domingo, 5 de fevereiro de 2017

MÚSICA CRUEL DE UMA LETRA SÓ: ALAGOAS CONTINUA COM 05 ASSASSINATOS POR DIA EM 2017

Alagoas-Policia.

Em um post de 13 de janeiro de 2017, escrevi aqui em meu blog que tivemos até aquela data, 66 assassinatos tinha acontecido em Alagoas, conforme o contador de homicídios aqui do Alagoas 24 horas.
alagoas24horas
WhatsAppImage20170201at08.48.20-750x1000

Pois bem, no final do mês de janeiro de 2017 este número pulou para 169 assassinatos.

E hoje 01 de fevereiro já está com mais 05 assassinatos, chegando assim a 174 neste ano de 2017, ou seja, continuamos firmes na meta de 05 assassinatos por dia em nosso estado.

A rotina de crueldade e assassinatos segue em Alagoas.

A vítima da vez foi uma adolescente Ronilda Daiane da Silva de 17 anos, a mãe dela Elizabeth da Silva, de 41 anos e o filho Guilherme Miguel da Silva, de apenas dois anos. Estes crimes aconteceram no município do Pilar.

Nos últimos anos, a violência está cada vez mais próxima de nossa vida pessoal.

Banalizamos a violência.

O gradual processo de insensibilização decorrente da banalização da violência é preocupante.

A violência ganha cada vez mais ares de normalidade e naturalidade, além de estar alcançando uma crescente “aceitabilidade” social.
Vale à pena meditar um pouco sobre o tema, ainda que sem a pretensão de apresentar soluções, mas com o único intuito de despertar para a importância do assunto e para a gravidade da questão, aqueles que ainda não tiveram a oportunidade de pensar a respeito.


A questão é, extremamente complexa, e, conseqüentemente, a diminuição da violência depende não só do aprimoramento do Poder Público e de suas Instituições, mas principalmente de uma tomada de posição de toda a sociedade, que deve proferir um decidido “não” contra a violência, no campo das idéias e na vida concreta.
Postar um comentário