sábado, 11 de fevereiro de 2017

POR ERICK, O CAÇADOR: POR QUE AS COMO CRIAR BLOG POLÍCIAS ESTADUAIS PODEM PARAR NO BRASIL INTEIRO

Brasil-Policia.
O Crime Organizado em Partidos Políticos tomou conta da administração da República, segundo se conclui da parcial amplamente divulgada da Operação Lava-Jato. O Crime Organizado em Facções Criminosas entrou em Guerra Civil escancarada, gerando crises de Segurança Pública em vários Estados da Federação, diante de governos gagos e repletos de paliativos ridículos.
O Judiciário embarca num movimento de soltar presos nas ruas, dando novo patamar à impunidade. A crise econômica resultante da corrupção generalizada e incompetência da classe política cria desemprego, faz atrasar salários de servidores públicos e dá maior credibilidade às desculpas de praxe pelo descaso absurdo com que todo serviço público é tratado.
Tudo está contra as Polícias Estaduais: após décadas de Lavagem cerebral feita por "pensadores sociais" irresponsáveis e envolvidos com o crime ( principalmente drogas), às vezes dentro de Universidades e IFs, mídia hostil pregando que a "Polícia é errada" e etc, uma parte da população é contra a Polícia, realmente. Esse é o cenário nacional.     Agora, as razões dos Policiais Militares e Civis do Brasil Inteiro:   
 1 -  O Policial é um servidor público diferenciado, que arrisca sua vida para defender a Sociedade de bandidos cada vez mais numerosos, organizados e dispostos a matar. Efetivamente, muitos policiais tem sido mortos ou feridos durante o serviço. Em troca disso é, em geral mal pago, mal equipado, ignorado como ser humano ( não se fala nos Direitos Humanos de Policiais) e, agora, ameaçado seriamente por qualquer pessoa má intencionada que se disponha a inventar mentiras incriminantes - principalmente se forem viciados e traficantes de drogas universitários, famílias de criminosos de baixa renda (a mãe é a mais indicada para o teatro) e presos em flagrante delito. Como não tem retaguarda jurídica dada pelo Estado - que, ao contrário, o acusa - um Policial se torna abandonado pelo mesmo sistema que o usa de bucha de canhão, toda vez que a escória ou seus advogados se propõe a prejudica-lo. Não existe respeito ou dignidade numa situação dessas, é claro. As Polícias agora estão exigindo a dignidade e o respeito devido;    
2 - Os governos estaduais, em geral, tratam de maneira enrolativa e negligente as justas reivindicações dos Policiais, há anos. No que tange ao salário, por exemplo, fingem ignorância da necessidade criada pela insuficiente remuneração que pagam, pondo extras conhecidos como "bicos", na condição de artigos de primeira necessidade na vida policial. É insustentável isso. Os Policiais querem ter acesso a casa própria, educação dos filhos, etc, sem ter de se sujeitar a jornadas excessivas de trabalho arriscado em dois ou três subempregos... As Polícias Estaduais devem deixar de ter essa feição de subempregos;     como criar blog
3- O Regulamento Disciplinar das PMs tem alto grau de rejeição interna e é totalmente absurdo num país que superprotege criminosos com leis que lhes garantem liberdade, bom tratamento, alívio das penas e até impunidade. Simplesmente ao falar o que pensa, um cidadão Policial Militar pode ser preso quase sumariamente... Em contrapartida, um assassino preso em flagrante pode ser solto em 24 horas, por um Juiz de Direito, durante uma Audiência de Custódia. Um país democrático que acoberta isso, merece que tipo de conceito?;     
4 - As Polícias Civis, em geral, tem um déficit tremendo de pessoal e péssima remuneração inicial para Agentes e Escrivães, além de estrutura precária de todo. Para se ter uma idéia, a PC do RN funciona com apenas 30% do quadro previsto de pessoal e a remuneração de Agentes e Escrivães é menos de 30% do que recebe um Delegado iniciante. Falta armamento, munição e material de informática. As delegacias, em geral, são horríveis. Abundam doenças laborais. É uma verdade assombrosamente inadmissível;     
5 - Os Policiais, pressionados de todos os lados, já entenderam que não há vantagem em negociação com gestores mentirosos e tratantes. Esgotaram-se, no Brasil quase todo, as esperanças de que os apelos mais do que justos da família policial sejam atendidos por políticos e cargos comissionados que fizeram da trapaça e protelação uma arte. As palavras "paralisação" e "greve" estão em todas as pautas dos Policiais Brasil afora;     6 - A lama da Insegurança Pública é a maior causa social do Brasil, no momento. Já passou da hora de virar o jogo em prol da Sociedade! Como está totalmente transparente, não serão os drogados da marcha da maconha, os advogados de bandidos, a televisão que exalta o marginal, os "especialistas engravatados" em Segurança Pública, nem o Judiciário "garantista" em prol das liberdades individuais de criminosos que vão defender a população no conflito armado generalizado que já está em curso.

A valorização das instituições policiais e de seus servidores, bem como o respaldo a seu trabalho, é da mais alta prioridade hoje. E já ficou claro que isso só vai acontecer com luta: só os Policiais podem liderar essa autêntica campanha pela Paz Social nos Estados da Federação.     Os Policiais Estaduais cansaram de serem apontados como responsáveis pelo caos de que são vítimas também. O Brasil mudou muito, a ponto de não se justificar que as instituições policiais sejam tratadas como antros de mão-de-obra barata para blindar as elites sanguessugas da violência causada pela sua escrotice com o povo!     É mais do que provável que uma gigantesca greve de polícias se alastre, no âmbito dos Estados. Erick Guerra, O Caçador

Postar um comentário