sexta-feira, 23 de junho de 2017

PREFEITOS, VEREADORES E EX-GESTORES SERIDOENSES APARECEM NA DENÚNCIA FEITA PELO MPF CONTRA HENRIQUE EDUARDO

RN-Politica.
A denúncia oferecida pelo Ministério Público Federal do Rio Grande do Norte (MPF-RN) na manhã desta quarta-feira (21) contra alvos da Operação Manus, deflagrada no último dia 06 de junho pela Polícia Federal no RN e que prendeu o ex-ministro do Turismo Henrique Eduardo Alves (PMDB), diz que o ex-deputado comprou apoio de 18 lideranças políticas para sua campanha ao Governo do Estado em 2014.
De acordo com o documento, disponibilizado no site do MPF e que contém 88 páginas, nomes importantes da política de Natal e do interior do Estado foram pagos para apoiar o candidato peemedebista ao cargo de governador nas últimas eleições, entre eles o ex-deputado estadual Cláudio Porpino, o filho do ex-senador Geraldo Melo, Jerônimo Melo.
Cláudio Porpino, ainda segundo a denúncia do MPF, teria recebido R$ 10 mil para apoiar Henrique. No seu caso, os repasses foram feitos em duas parcelas de R$ 5 mil. A primeira ocorreu no dia 24 de julho em nome da sua mãe, Maria Célia Pessoa Porpino, e a segunda no dia 10 de outubro, no seu próprio nome.
Jerônimo Melo, por sua vez, recebeu R$ 40 mil. Assim como no caso anterior, os repasses foram feitos em duas oportunidades: a primeira no dia 15 de outubro no valor de R$ 30 mil, e a segunda em 27 de outubro no valor de R$ 10 mil.
Além desses nomes, surgem os nomes de alguns seridoenses, dentre eles o atual prefeito de Caicó Robson Araújo (Batata), o do vereador caicoense, Raimundo Inácio Filho, (Lobão), além do ex-prefeito de Carnaúba dos Dantas, Alexandre Dantas de Medeiros (Boboca), do ex-vereador de Currais Novos, Ivonaldo Trajano de Medeiros, e de Nelson Queiroz Filho, ex-prefeito de Jucurutu.

Fonte: G1 RN
Postar um comentário