sábado, 1 de julho de 2017

BR-Internacional.
Marcos Pereira e o ministro Manuel Caldeira conversaram sobre informe da OMC que aponta o Brasil como o país que mais adotou medidas para facilitar o comércio em 2017

Divulgação/MDIC
Depois de passar por Rússia, Noruega e Israel, onde buscou parcerias para beneficiar a indústria, o comércio e os serviços brasileiros, o ministro Marcos Pereira reuniu-se nesta sexta-feira (30), em Lisboa, com o ministro da Economia de Portugal, Manuel Caldeira Cabral.
Um dos primeiros assuntos da pauta foi a publicação pela OMC (Organização Mundial do Comércio) de um informe destacando que entre os países do G-20, o Brasil foi o que mais adotou medidas para facilitar o comércio em 2017.
Este é o resultado do nosso trabalho e mostra que estamos no caminho certo. Há muita disposição do governo brasileiro de avançar nos temas de cooperação internacional e facilitação de comércio. E o fato de estarmos aqui é uma prova disso — afirmou Marcos Pereira.
— Um de nossos maiores objetivos agora é finalizar o Acordo Mercosul-União Europeia. Já percebemos uma mudança de disposição neste sentido. Teremos reunião dos ministros do Mercosul com Cecília Malmström, comissária de Comércio da UE, na próxima semana, para discutir esse assunto, e estou bastante otimista.
Na próxima segunda-feira (3), último dia da missão do MDIC à Europa, Marcos Pereira será um dos palestrantes do Seminário “Uma Aposta Pelo Livre Comércio: Impacto das Relações Comerciais União Europeia-América Latina”. O evento terá a participação da comissária de Comércio da União Europeia, Cecília Malmström, e de ministros e autoridades da Espanha, Portugal, Argentina, Brasil, Paraguai, Uruguai, México, Chile ,Colômbia, Peru e Equador.
Portugal é um dos maiores aliados do acordo Mercosul-União Europeia. Por isso, o ministro Marcos Pereira agradeceu o apoio ao ministro português e reafirmou a importância da posição de Portugal para que as negociações avancem com celeridade.
Com Informações do R7.  
Postar um comentário