terça-feira, 11 de julho de 2017

BRASILIA; Deputado diz ter recebido proposta de milhões em emendas para votar voto contra cassação de Temer

DF-Politica.
Do UOL 
Um dos quatro deputados federais do PR que foram substituídos na CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) da Câmara nesta segunda-feira (10) pelo líder da legenda na Casa, o deputado federal Delegado Waldir (PR-GO) se disse “revoltado” por ter sido trocado, declarou que votaria a favor da denúncia contra o presidente Michel Temer (PMDB) e acusou o seu partido de vender sua vaga ao Governo Federal, que teria tentado comprar o seu voto com emendas parlamentares.

“Dois anos e meio nessa comissão como titular e aí eu tomo consciência pela imprensa que eu não presto. Eu não vendo meu voto, não troco por cargos, por emendas. Lixo, lixo de governo”, gritou o parlamentar dentro do plenário da CCJ. “A minha vaga foi vendida ao governo”, declarou Waldir, em entrevista coletiva, em que acusou o líder do PR na Câmara, deputado José Rocha (BA), de cometer uma “covardia” contra ele.


Questionado se o governo lhe ofereceu algo para mudar seu voto, ele disse que “a proposta veio durante a semana”. “Mandaram R$ 3 milhões e depois mais R$ 5 milhões [em emendas]”, afirmou. “Na quarta-feira da semana passada (5) me ligaram no celular e falaram: ‘deputado, foram liberados R$ 3 milhões e qualquer coisa sua. Na quinta-feira, mais R$ 5 milhões de liberação. Presente”, ironizou. “Essa conduta é obstrução de Justiça. Um voto aqui é extremamente importante”, completou.