sexta-feira, 7 de julho de 2017

BRASILIA; Rafael Motta apresenta emendas para investimentos na segurança e educação no RN

DF-Politica.

Resultado de imagem para foto Rafael Motta apresenta emendas para investimentos na segurança e educação no RN
O deputado federal Rafael Motta (PSB) encartou esta semana à Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) 2018, emendas que visam destinar recursos para obras e para os setores de educação, energia, infraestrutura e segurança no Rio Grande do Norte. Esta última, viabilizada por meio da implantação de uma Central de Videomonitoramento que atenda toda a Região Metropolitana de Natal.

Ao todo, Rafael Motta três emendas parlamentares à LDO, que serve como base para o Orçamento Geral da União (OGU). “A Central de Videomonitoramento é uma resposta rápida que o poder público pode dar a essa crescente violência no nosso estado, utilizando a tecnologia para elucidar crimes e destinar policiamento, além de outras utilizações nas áreas da mobilidade urbana e defesa civil. A Central não vai substituir o policial, mas vai ajudar a aperfeiçoar o atual efetivo”, explicou Rafael Motta.

Já para área de educação, o deputado apresentou uma emenda que objetiva ampliar a oferta de vagas para formação profissional, principalmente para estudantes do Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN). Para o setor hídrico do Estado, Rafael Motta destinou uma emenda para aquisição de equipamentos como dessalinizações e cata-ventos, que visam viabilizar a instalação de poços tubulares, com a finalidade de amenizar os efeitos da seca no RN.


Além das emendas individuais, o deputado Rafael Motta também apresentou emendas para serem encartadas a LDO em três comissões da Câmara dos Deputados: Minas e Energia, Turismo e Educação. Na Comissão de Minas e Energia, o parlamentar apresentou a emenda que destina recursos para incentivo de energia renovável como a solar e a eólica. Na Comissão de Turismo, Rafael Motta destinou uma emenda para o desenvolvimento dos polos turísticos do Estado, e na Comissão de Educação, os recursos serão para a ampliação, estruturação, e aquisição de equipamentos das unidades do Instituto Federal do Rio Grande do Norte.


Postar um comentário