quarta-feira, 9 de agosto de 2017

BRASIL; Fotos de fugitivos do RN circulam com alerta de perigo em várias cidades do país: 'estão na região'





BR-Policia.
U
ma tabela com fotos de fugitivos do sistema prisional do RN circula em grupos de WhatsApp e no Facebook em diferentes cidades e regiões do país. A mensagem diz que eles 'estão na região' cometendo crimes. De acordo com a Secretaria de Justiça do RN, dos 20 fugitivos que aparecem na foto, dois foram recapturados e um morreu. 
"Fugitivos...Estão na região Pedindo comida e roupa...São perigosos...Repassem por favor.. Se reconhece algum deles Disk 190 ou 153 Não lavem a calçada com o portão aberto", diz uma das mensagens que circulam acompanhadas das imagens. 
A mensagem foi compartilhada por usuários do Facebook pelo menos em Suzano (SP), Americana (SP), Belford Roxo (RJ), São João de Meriti (RJ), São Manuel (RS), Inijuí (RS) e Marília (SP).
Para as autoridades estaduais, é impossível dizer se os fugitivos estão em outro município ou estado brasileiro.
A imagem mostra 20 dos 88 presos que escaparam da Penitenciária Estadual de Parnamirim, na Grande Natal, em 25 de maio de 2017. Essa foi a maior fuga da história do sistema penitenciário potiguar. As fotos foram divulgadas pela Secretaria de Justiça e Cidadania do Rio Grande do Norte (Sejuc), na época, para ajudar na localização dos fugitivos.
De acordo com a pasta, do total de 88 foragidos, 28 foram recapturados e 2 morreram.
No caso dos 20 que aparecem na imagem compartilhada, apenas dois foram recapturados e um morreu no período em que esteve evadido, informou a secretaria ao G1. Foram presos novamente Adriano da Silva Azevedo e Carlos André de Souza. Morreu Cleinson Bruno da Costa.
Maior fuga da história
Segundo a Polícia Militar, a debandada aconteceu por volta das 4h do dia 25 de maio. Os presos fugiram por um túnel com cerca de 30 metros de extensão.
Após a descoberta da fuga, a direção da unidade pediu reforço para a segurança na área externa. Com a chegada de mais policiais, houve buscas e oito fugitivos foram recapturados perambulando pela região.
A PM também informou que pelo menos dois carros e uma motocicleta foram vistos dando apoio ao resgate dos presos. Os fugitivos também trocaram de roupa para dificultar a identificação. No estado, o sistema penitenciário adotou camisa branca e bermuda azul como uniforme padrão dos presos.
Segundo a Secretaria de Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed), todas as torres de vigilância no entorno da penitenciária estavam ocupadas durante a fuga. Inclusive teria sido um guariteiros quem percebeu a movimentação, fez disparos de advertência e evitou que a debandada fosse maior.
Esta foi a segunda fuga registrada na PEP este ano. A primeira foi no dia 7 de janeiro, quando 14 detentos escaparam. Na ocasião, um buraco também foi escavado no pé do muro. Um policial militar que trabalhava em uma das guaritas da unidade, suspeito de ter facilitado a fuga, foi afastado.
Fonte: G1/RN
Postar um comentário