sexta-feira, 11 de agosto de 2017

MOSSORO; que estava desaparecido foi encontrado morto no Ceará.

RN-Policia.

O
 corpo do cobrador mossoroense Gulamar Targino de Oliveira, de 46 anos, foi encontrado nesta quarta feira 09 de agosto de 2017, na Zona Rrural do município de Ibaretama, próximo a cidade de Quixadá, no Ceará. Gulamar estava desaparecido desde o dia 5 de agosto, quando fez o último contato com a esposa. Ele, que trabalhava como cobrador de crediário, estava no Ceará trabalhando.
Fonte; Passando  Hora.
De acordo com informações da Polícia Civil de Quixadá o corpo foi encontrado por populares, que logo acionaram a polícia. Gulamar foi morto a pauladas, segundo relatou à polícia.
Algumas informações davam conta que o mesmo teria sido esquartejado, mas a família diz que a informação não procede, na verdade o corpo estava enterrado .
Segundo a Polícia Civil, há dois suspeitos do crime. Marcílio de Melo e Joel foi preso nesta quinta-feira (10) por força de mandado de prisão temporária.
A polícia informou que populares descreveram as características dos suspeitos. E os dois foram identificados."Ontem mesmo nós notificamos os suspeitos e hoje Marcílio foi preso", relatou o policial.
De acordo com Polícia Civil, o trabalhador teve a sua motocicleta roubada e não satisfeitos com o roubo, os criminosos mataram o rapaz e de forma cruel, eles ainda enterram o cadáver em um matagal.
A motocicleta de Marcilio já estava com algumas peças da moto da vítima, como aro, pneus, assim, a polícia não tem dúvida de sua autoria.
O policial explicou que os dois teriam matado Gulamar porque estavam devendo ao cobrador. Para não pagarem a dívida, resolveram matar o mossoroense. A polícia suspeita que uma terceira pessoa participou do crime, que ainda está sendo investigado. "As investigações continuam", frisou o policial.
Após a perícia no local do crime, o corpo de Gulamar foi removido para Perícia Forense de Fortaleza para os procedimentos de perícia.
Postar um comentário