quarta-feira, 16 de agosto de 2017

NATAL; Após sofrer violência, desembargador pede que juízes sejam mais rigorosos em audiências de custódia

RN-Policia.

O
 desembargador Cláudio Santos concedeu entrevista ao RNTV, da Intertv Cabugi, e comentou sobre o sequestro que sofreu o motorista do seu filho na manhã desta segunda-feira, 14.
desembargador.jpg
Por Rosalie Arruda 
“Um sentimento de insegurança que aflora de forma bem significativa”, disse Santos que já foi secretário de segurança pública do estado.
Audiências de custódia
Cláudio Santos apelou aos juízes para que sejam mais criteriosos na liberação de presos durante audiências de custódia. “Conclamo os juízes para que sejam mais rigorosos na hora dessas audiências. Os (presos) reincidentes não podem ser mais liberados e aqueles que cometem formas graves de crimes como sequestros, homicídios”, disse Santos.

Em setembro de 2015, o Pleno do Tribunal de Justiça do RN aprovou o funcionamento da audiência de custódia, onde os presos em flagrante deverão ser apresentados a um magistrado em um prazo de até 24 horas após a lavratura do seu auto de prisão. Na época, o presidente do TJRN era Cláudio Santos.

Postar um comentário