segunda-feira, 7 de agosto de 2017

SP; Em duelo de times alternativos, Palmeiras é derrotado pelo Atlético-PR na volta de Moisés e perde embalo.

SP-Esportes.
Fonte, Uol.
De olho nas oitavas de final da Copa Libertadores da América, o Atlético-PR venceu o Palmeiras por 1 a 0, no Allianz Parque, em partida válida pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro, neste domingo (06/08).
Por causa dos compromissos na competição continental, quando precisarão reverter situações adversas para avançarem de fase, as equipes pouparam diversos jogadores titulares.
TEMPO REAL
Com o resultado, o time alviverde perdeu uma série invicta de seis partidas (quatro vitórias e dois empates) na competição nacional. Mesmo assim, permanece na quarta posição, com 32 pontos.
Já os paranaenses somam 26 pontos e subiram para a oitava colocação. A equipe comandada pelo técnico Fabiano Soares chegou a três vitórias consecutivas.
Após cinco jogos, Fernando Prass voltou ao gol do Palmeiras porque Jailson cumpriu suspensão automática por causa do terceiro cartão amarelo.  Além disso, o meio-campista Moisés retornou depois de ficar parado por causa de uma lesão. O camisa 10 entrou no segundo tempo e se movimentou bastante.
O jogo
O primeiro tempo foi bastante equilibrado, mas os donos da casa não conseguiram levar grande perigo para a meta de Weverton.
O Atlético-PR abriu o placar aos 17 minutos do primeiro tempo. Guilherme bateu escanteio e o zagueiro Thiago Heleno pulou mais alto do que Juninho para marcar de cabeça no canto de Fernando Prass.
No segundo tempo, com a entrada de Moisés no lugar de Raphael Veiga, o time alviverde melhorou nas ações ofensivas. Cuca posicionou Zé Roberto na lateral esquerda e trouxe Michel Bastos para a ponta direita, com Erik do lado oposto.  Mesmo assim, o time pecou bastante nas finalizações.
O time desperdiçou grandes oportunidades em jogadas com Erik e Antônio Carlos, ambas defendidas pelo goleiro Weverton. O zagueiro, que substituiu o lesionado Juninho durante o primeiro tempo, ainda chutou uma por cima após passe de Borja.
Em sua última cartada, Cuca promoveu a entrada de Deyverson no lugar de Erik e viu Borja parar em saída de Weverton pela esquerda após receber do camisa 16.

Armado para contra-atacar, o Atlético-PR conseguiu suportar a intensa pressão do Palmeiras durante o segundo tempo