sábado, 2 de setembro de 2017

EM JOÃO PESSOA; 60 pessoas são levadas para depor em operação sobre ‘jogos de azar’ na Paraíba

PB-POLICIA.
JP Online

N
a tarde desta sexta-feira (1º), cerca de 60 pessoas foram levadas para a Central de Polícia em João Pessoa, devido ao resultado da operação ‘Lótus’. As investigações sobre jogos de azar resultaram no cumprimento de quatro mandados de busca em Tambaú, no Ernani Sátiro e no Centro da capital, em “casas de exploração de jogo de azar”. A investigação da Delegacia de Defraudações e Falsificações (DDF) durou três meses, de acordo com o delegado Lucas Sá.

“Viemos na sexta-feira à tarde porque fomos informados que é o momento de maior movimentação na casa. Por volta de 40 a 50 apostadores e 15 funcionários desta ‘casa de azar’ no Centro estão sendo levados para depor e, na medida que prestarem depoimento, vão sendo liberados”, disse Lucas Sá. Foi necessário um ônibus da Polícia Civil para levar as pessoas à central.

O delegado informou que entre os apostadores há funcionários públicos que chegam a comprometer até 80% da sua renda mensal nos jogos. Equipamentos eletrônicos e documentos da contabilidade da “casa de azar” do Centro foram apreendidos e vão passar por processo de análise.

Os envolvidos na exploração de jogos de azar vão responder por lavagem de dinheiro, associação criminosa, além da contravenção penal de estabelecer ou explorar jogo de azar. De acordo com Lucas Sá, o nome “Lótus” – que titula a operação – é usado como gíria pelas pessoas do meio, se referindo aos jogos de azar.



Postar um comentário