sexta-feira, 8 de setembro de 2017

MIAME; Brasileira tenta voltar mas, "Caos, muita gente desesperada"


     

EUA-Internacional 
Companhia aérea queria que passageira embarcasse só no dia 11
  
A
 viagem com mais sete amigas pela Flórida virou um perrengue. Daniela Marcela Gomes, de 28 anos, tenta voltar ao Brasil desde quarta (6), quando as amigas conseguiram embarcar. Mas ela, não.
Nos planos, feitos há mais de um ano, a volta seria no dia 10. Mas tudo mudou com a passagem do furacão Irma , que deixou destruição no Caribe e agora se aproxima da Flórida.

Daniela espera no aeroporto"No dia, nosso hotel já falava em evacuar. Viemos na madrugada para o aeroporto, daí começaram os perrengues. Eram pessoas de todos os cantos, muitas com crianças, tentando embarcar. Está um caos, muita gente desperada e chorando, inclusive eu."

A American Airlines remarcou o voo, mas foi cancelado 20 minutos antes. As amigas conseguiram embarcar por outra aérea. A companhia mandou Daniela para um hotel, onde ficaria até o dia 11 de setembro, sozinha. Ela não aceitou e conseguiu um voo para esta quinta (7), às 22h.

"Já cancelaram o voo das 12h, e amanhã provavelmente o aeroporto vai fechar. Realmente não sei se conseguirei voltar ainda hoje."

Prejuízo

Os brasileiros que querem voltar para o Brasil e que têm que comprar bilhetes na hora estão pagando caro. Os preços de passagens aéreas dispararam.

Um trecho de Miami a São Paulo em classe econômica chega a custar R$ 10 mil, em um bilhete da United, com preço pesquisado em buscadores online.

O próprio o Consulado-Geral em Miami recomendou "fortemente" que os brasileiros evitem a Flórida durante o furacão.

Nesta quinta (7) furacão Irma está no Caribe e já deixou pelo menos dez mortos  em Saint Martin, Saint Barthélemy e em Barbuda.

Resort de Robert De Niro é destruído com furacão Irma

Veja onde está o furacão:
Postar um comentário