domingo, 1 de outubro de 2017

BRASIL. IDEMA cadastra mais de 500 projetos para leilão de energia. O globo



O
 Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente – Idema, cadastrou 566 projetos para participação nos Leilões de Energia Nova que acontecerão em dezembro deste ano.
Os leilões, denominados A-4 e A-6 serão promovidos pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e estão marcados para os dias 18 e 20/12. O primeiro é voltado para fontes renováveis de energia eólica, biomassa, solar e pequenas centrais hidrelétricas, enquanto o segundo, abrange eólicas, hidrelétricas e termelétricas a gás, carvão e biomassa.
O RN participará do primeiro Leilão (A-4) com 237 empreendimentos eólicos e oferta de energia de 6.863 MW e 89 fotovoltaicos com energia de 89MW. Já para o Leilão A-6, serão 240 empreendimentos eólicos com oferta de energia de 6.939 MW. Do total de projetos inscritos, 25% foram cadastrados pelo IDEMA nos últimos 3 meses.
Para concorrer ao leilão, os empreendedores precisavam apresentar à Empresa de Pesquisa Energética (EPE), até o último dia 27 de setembro, as licenças prévias ou de instalação para os parques eólicos e fotovoltaicos.
“Montamos uma equipe multidisciplinar para verificar os processos e com comprometimento analisar a liberação das licenças ambientais necessárias para esses empreendimentos”, afirmou Andréa Mércia, Coordenadora do Núcleo de Licenciamento de Parques Eólicos.

O Rio Grande do Norte mantém a liderança nacional na produção de energia eólica com produção atual de 3,4 Gigawatts nos 130 parques em operação. Do total, 77 deles começaram a operar por meio de licenças ambientais concedidas pela atual gestão do Idema. Ainda estão sendo construídos mais 23 parques eólicos, que gerarão 570 MW. Até o final de 2021 estarão em atividade no estado 150 empreendimentos.
Postar um comentário