sexta-feira, 27 de outubro de 2017

Polícia Federal desarticula organização criminosa que continuou praticando crimes após Operação Manus

RN-Eventos 
A
 Polícia Federal deflagrou nesta manhã, 26/10, a Operação Lavat, destinada a desarticular organização criminosa investigada na Operação Manus, que continuou praticando crimes de lavagem de dinheiro.
Cerca de 110 policiais federais cumprem 27 mandados judiciais, sendo 22 mandados de busca e apreensão, 3 de prisão temporária e 2 de condução coercitiva em Natal/RN, Parnamirim/RN, Nísia Floresta/RN, São José do Mipibu/RN, Angicos/RN e Brasília/DF.
Resultado de imagem para fotos Polícia Federal desarticula organização criminosa que continuou praticando crimes após Operação Manus
Durante a análise do material apreendido da Operação Manus, deflagrada em junho deste ano, foram identificadas fortes evidências quanto à atuação de outras pessoas pertencentes a organização criminosa, que continuou praticando crimes de lavagem de dinheiro e ocultação de valores para o chefe do grupo. Foi identificado, também, esquema criminoso que fraudava licitações em diversos municípios do Estado visando obter contratos públicos que, somados, alcançam cerca de 5,5 milhões de reais, para alimentar a campanha ao governo do Estado de 2014. 

O nome da operação ainda é referência ao provérbio latino “Manus Manum Fricat, Et Manus Manus Lavat”, cujo significado é: uma mão esfrega a outra; uma mão lava a outra.

Haverá coletiva, às 10h, na sede da Superintendência da Polícia Federal em Natal na Rua Dr. Lauro Pinto,155 - Lagoa Nova - Natal/RN.

Comunicação Social da Polícia Federal no Rio Grande do Norte

(84) 3204.5588
Postar um comentário