quinta-feira, 12 de outubro de 2017

EM NATAL-Centenas prestam na homenagem em último adeus a agente penitenciário assassinado a tiros

RN-Policia.
C
entenas de pessoas, entre elas familiares, amigos, colegas de trabalho e alunos do curso de formação, prestaram homenagens e deram o último adeus ao agente penitenciário Thiago Jefferson Bezerra de Lima, de 33 anos, assassinado a tiros nesta terça-feira (10) no bairro Bom Pastor, na Zona Oeste de Natal.
O enterro aconteceu na manhã desta quinta (12) no Cemitério Morada da Paz, em Parnamirim, na região metropolitana da capital potiguar.
Thiago Jefferson Bezerra de Lima tinha 33 anos (Foto: Divulgação/Sindasp-RN)
Fonte: G1/RN
Abalados, nem os pais do agente nem a mulher dele quiseram dar entrevistas.
Thiago, que por muito tempo foi do Grupo de Operações Especiais (GOE), unidade de elite da Secretaria de Justiça e da Cidadania (Sejuc), trabalhava atualmente no Hospital de Custódia de Natal, unidade que abriga presos com problemas mentais. Ele deixa mulher e dois filhos pequenos.
Fonte: G1/RN
Investigações
Embora nomes e fotos de supostos suspeitos estejam circulando nas redes sociais, a Polícia Civil ainda não se pronunciou quanto às investigações. Sabe-se apenas que o agente estava entrando em casa, no bairro do Bom Pastor, quando foi atacado por homens armados. Thiago levou vários tiros no rosto. A arma dele, uma pistola, foi levada pelos assassinos. O agente ainda foi levado para uma UPA, mas já chegou à unidade sem vida.
Visitas suspensas
Nesta quarta (11), em razão do homicídio, a Secretaria de Justiça e da Cidadania (Sejuc) mandou suspender as visitas íntimas e sociais em todos os presídios do estado por um período de 30 dias. O texto da portaria, assinado pelo secretário Mauro Albuquerque Araújo, ainda afirma que a morte de Thiago Jefferson tem “características de execução pela função pública”.
'Caça aos agentes'
Em nota, a presidente do Sindicato dos Agentes Penitenciários do Rio Grande do Norte, Vilma Batista, além de lamentar o ocorrido, destacou que “os bandidos têm caçado os operadores de segurança”, em especial os agentes penitenciários.
"Sabemos que toda a população está sujeita à insegurança que tomou conta do estado. No entanto, essa insegurança para nossa categoria é muito maior, pois os bandidos têm caçado os operadores de segurança e, em especial, os agentes penitenciários, que lidam diretamente e diariamente com os criminosos nas unidades prisionais. Esse caso é o retrato triste dessa realidade".
19 mortos
Segundo o Fórum de Segurança Pública do Rio Grande do Norte – entidade que reúne instituições de segurança pública do estado – Thiago foi o 19º agente de segurança pública assassinado este ano no RN. Além dele, foram mortos 16 policiais militares, um agente penitenciário federal e um guarda municipal.
Postar um comentário