domingo, 26 de novembro de 2017

BRASIL; Contra a reforma da Previdência, sindicatos marcam greve para o dia 5

BR-Politica.

Resultado de imagem para fotos da sede da previdencia social
Foto extraída da Net para efeito ilustrativo 
Contrárias à reforma da Previdência proposta pelo governo de Michel Temer, as centrais sindicais definiram nesta sexta-feira, 24, em reunião na sede da Força Sindical em São Paulo, uma paralisação geral dos trabalhadores em nível nacional.

O protesto será realizado em 5 de dezembro, uma terça-feira, e foi articulado pelas principais entidades representantes dos trabalhadores no País, como a Central Única dos Trabalhadores (CUT), Força Sindical, União Geral dos Trabalhadores (UGT), entre outras.

A definição da data ocorreu a partir de cálculos dos sindicalistas sobre o avanço da reforma na pauta de votação do Congresso. As entidades avaliam que a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 287/2016, que propõe alterações nas regras previdenciárias, deve ir ao plenário da Câmara no dia seguinte à greve, 6 de dezembro. “[A data] É a ideia que está sendo ventilada.

Queremos mostrar no dia cinco nosso repúdio à reforma”, afirmou o secretário-geral da Força Sindical, João Carlos Gonçalves, o Juruna. “Estamos sentindo que a reforma é mais uma prestação de contas ao mercado financeiro”, disse.


Agencia Estado
Postar um comentário