terça-feira, 21 de novembro de 2017

BRASIL; Empresa de Lula recebeu R$ 27 milhões por palestras

BR-Economia
O ex-presidente Lula discursa durante o Congresso Nacional do PCdoB, realizado em Brasília (DF) - 19/11/2017
O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva recebeu em conta de sua empresa de palestras, a Lils Palestras, Eventos e Publicações, R$ 27 milhões em quatro anos. Investigado pelas operações Lava Jato, Zelotes e Janus, o petista afirmou neste domingo (19) não possuir os R$ 24 milhões que a Procuradoria da República pretende bloquear. 

Em pedido encaminhado à Justiça Federal, os procuradores pediram para confiscar R$ 21,4 milhões em bens e mais R$ 2,5 milhões de seu filho, Luiz Cláudio.

Dono de 98% do negócio — os 2% restantes são de Paulo Okamotto, seu braço direito e presidente do Instituto Lula —, a Lils movimentou R$ 52 milhões entre 2011 e 2015.

Resultado das palestras dada pelo petista após deixar o Planalto — foram 72 ao custo de US$ 200 mil cada —, quase a totalidade dos valores que entraram na conta da Lils do Banco do Brasil em São Paulo, entre abril de 2011 e maio de 2015, saiu: exatos R$ 25.269.235,53.

A movimentação foi considerada suspeita pelo Conselho de Controle das Atividades Financeiras (Coaf), do Ministério da Fazenda, que enquadrou o caso em "movimentação de recursos incompatível com o patrimônio, a atividade econômica ou a ocupação profissional e a capacidade financeira do cliente". O documento integra o material dos autos da Zelotes e da Lava Jato.



Postar um comentário