segunda-feira, 4 de dezembro de 2017

BRASILIA; Líder do PSDB na Câmara rebate críticas de Meirelles: “Ingratidão”

DF-politica.
Resultado de imagem para foto de henrique meirelle
Meirellis
O PSDB reagiu às declarações do ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, de que o candidato do governo à Presidência da República não será o governador Geraldo Alckmin (PSDB-SP) e de que os tucanos seguem a direção de não apoiar a gestão Michel Temer (PMDB).
“É um desrespeito dele com a bancada federal, que ajudou tanto o governo até agora. Demos mais votos na reforma trabalhista que o partido dele [PSD] e que o partido do presidente Michel Temer, o PMDB. Acho uma ingratidão. O PSDB tem ajudado muito nas medidas importantes e nas reformas”, disse o líder tucano na Câmara, Ricardo Tripoli (SP), nesta segunda-feira.
Em entrevista ao jornal “Folha de S.Paulo”, Meirelles disse que “o PSDB está tendendo na direção de não apoiar o governo e isso terá consequências no processo eleitoral” e que não há “um comprometimento do PSDB em defesa dessa série de políticas e do legado de crescimento com compromisso de continuidade”.

Por isso, justifica Meirelles na entrevista, Alckmin não pode ser o candidato do governo.
Postar um comentário