terça-feira, 16 de janeiro de 2018

CINCO PESSOAS DA MESMA FAMÍLIA SÃO MORTAS A TIROS EM CHACINA EM ITAIPÉ, MG

MG-POLICIA.

C
rime foi na zona rural da cidade do Vale do Mucuri; criança, de sete anos, está entre as vítimas; um homem foi preso, suspeito de ser o autor dos assassinatos.

Vítima do crime em Itaipé teve corpo encontrado junto ao filho e marido (Foto: Reprodução / Facebook)
Vítima do crime em Itaipé teve corpo encontrado junto ao filho e marido
(Foto: Reprodução / Facebook)


Cinco pessoas de uma mesma família foram assassinadas na madrugada desta segunda-feira (15), na zona rural de Itaipé (MG), no Vale do Mucuri. Segundo a Polícia Militar, as vítimas estavam em uma casa, localizada no povoado Boa Sorte, quando foram surpreendidas pelos tiros. Uma mulher, o filho, o marido e os pais dela morreram na hora. Um homem, de 35 anos, suspeito do crime, foi detido; ele também teria esfaqueado as vítimas.

Na sala da residência foram encontrados os corpos de Anália Coelho, de 26 anos, do marido, Pierre Luiz, de 37 anos, e do filho dela, Luca Coelho, de sete anos. O corpo da mãe de Anália, Rosane Aparecida, de 55 anos, foi encontrado próximo ao banheiro. Já o do pai, Geraldo Coelho, de 56 anos, foi encontrado na cozinha.

Ainda de acordo com a PM, dois filhos de Anália sobreviveram. Um de nove anos estava na casa no momento do crime, mas conseguiu escapar e se esconder em um matagal. Já o filho mais velho, de 11 anos, estava na casa de uma tia que mora ao lado. Segundo moradores, o criminoso teria ido à casa vizinha após o crime, mas a família fugiu ao ouvir os disparos na casa ao lado.

Suspeito preso

Logo após o crime a polícia fez rastreamento e encontrou o suspeito dos assassinatos, já na área urbana de Itaipé. O homem possui passagens por homicídio e porte ilegal de arma. A motivação do crime, segundo a Polícia Militar, seria uma vingança; o filho de uma das vítimas teria atirado contra o suspeito em 2016. Apesar disso, o homem nega ter cometido os assassinatos, mas testemunhas o apontam como o atirador. Na residência dele foram encontradas munições, mas que não aparentam ser do mesmo calibre que matou as vítimas.

Até a tarde desta segunda-feira, a PM seguia no local à procura da arma utilizada no crime; as roupas do homem detido estavam com manchas de sangue. Após as buscas, o suspeito foi encaminhado para a Delegacia de Teófilo Otoni e em seguida ao presídio. Os corpos foram enviados ao IML, também em Teófilo Otoni.

Rede Unilar
Postar um comentário