segunda-feira, 22 de janeiro de 2018

MORO INTIMA PF A EXPLICAR O USO DE ALGEMAS EM PÉS E MÃOS DE CABRAL

POLICIA.

Com algema nas mãos e pés acorrentados, Cabral foi levado ao IML de Curitiba para realizar exame de corpo delito na sexta-feira, 19. (Foto: Giuliano Gomes)

O juiz federal Sergio Moro intimou a Polícia Federal a explicar as razões pelas quais utilizou algemas nas mãos e nos pés do ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral (PMDB) durante a sua transferência para Curitiba na sexta-feira, 19. Em despacho na tarde desta segunda-feira, o magistrado citou a jurisprudência do Supremo Tribunal Federal (STF) que proíbe o uso do equipamento nos casos em que não há risco para o agente policial ou de fuga.


Em nota na última sexta-feira, a Polícia Federal afirmou que o procedimento seguiu o “protocolo de segurança” e que não há “nenhum reparo a ser feito” no trabalho dos agentes que executaram a transferência. O órgão também ressaltou que Cabral “não é um suspeito, é um preso já sentenciado”. Condenado em três processos da Lava Jato, o ex-governador já acumula penas de 87 anos de prisão.

Postar um comentário