terça-feira, 6 de março de 2018

ACUSADO DE MATAR VENDEDOR E BALEAR POLICIAL MILITAR DURANTE CARREATA, SERÁ JULGADO NESTA TERÇA FEIRA EM MOSSORÓ


MOSSORÓ-RN-POLICIA.
O Tribunal do Juri Popular de Mossoró, inicia nesta terça feira 06 de março, a pauta de julgamento de 2018, onde 37 acusados de homicídios e tentativas de homicídios praticados na cidade estarão sendo julgados pela sociedade mossoroense.
Francisco Mendes morreu no HRTM três dias após ser baleado
Quem vai está sentado no banco dos réus, no primeiro dia de julgamento, é o carroceiro Leandro Silva de Abreu conhecido como "Garajau", 22 anos, acusado de matar o vendedor ambulante, Francisco Mendes de Almeida Júnior e tentar contra a vida do policial militar, Jocildo Fábio Gonçalves da Silva.
O Atentado a tiros ocorreu no dia 21 de setembro de 2016, durante uma carreata política no Bairro Belo Horizonte em Mossoró. Francisco Mendes de Almeida Júnior, foi baleado no olho e morreu três dias depois no Hospital Tarcísio Maia.
Já o policial militar Jocildo Gonçalves, foi atingido com um tiro no ombro e depois de passar alguns dias se recuperando do ferimento, recebeu alta hospitalar. Segundo consta nos autos do processo, Garajau teria praticado o crime em companhia de outro indivíduo que até o momento não foi identificado. A motivação também continua desconhecida até o momento.
Na defesa do réu estará atuando o defensor público Dr. Diego Melo da Fonseca e na acusação o promotor de justiça Dr. Hermínio Souza Perez Júnior.
A sessão de julgamento começa as 08h30min,no auditório do Forum Municipal Silveira Martins, no Bairro Costa e Silva. Os trabalhos serão presididos pelo Juiz Vagnos kelly de figueiredo, presidente do Tribunal do Juri Popular de Mossoró.
FIM DA LINHA