quinta-feira, 8 de março de 2018


JOINVILLE-SC-DESTAQUE.

Aeronave era utilizada em voos panorâmicos do parque Beto Carrero World, mas não operava para o parque no momento da queda









A queda de um helicóptero na tarde desta quinta-feira (8) provocou a morte de três pessoas e deixou uma ferida no bairro Paranaguamirim, na zona sul de Joinville, em Santa Catarina. A aeronave caiu na rua por volta das 16h, próximo de uma região residencial, e pegou fogo depois, segundo a Polícia Militar.

A aeronave que caiu era utilizada em voos panorâmicos do parque Beto Carrero World. A assessoria de imprensa informou que, no momento da queda, o helicóptero não operava nas rotas do serviço oferecido pelo parque.
https://noticias.r7.com/embeds/gallery/5aa1a178ed051d922500001c?url=noticias.r7.com/sc-helicoptero-cai-em-joinville-e-deixa-tres-mortos-e-um-ferido-08032018&disable_adv=false#next

Em nota, o parque declarou que a aeronave pertencia à empresa Avalon Taxi Aéreo, que terceiriza o serviço de voos panorâmicos no Beto Carrero World.

Segundo a Polícia Militar, há suspeitas de que a aeronave tenha sido sequestrada.

Informações da Record TV dizem que o sobrevivente do acidente é Daniel da Silva, 18 anos e com possíveis passagens pela polícia. O rapaz só sobreviveu ao fogo, pois um vizinho do bairro tirou o corpo dele do helicóptero acidentado.

A Record TV também diz que armas de fogo foram encontradas na aeronave. E a partir de agora, a Força Aérea Brasileira vai seguir com as investigações.

O helicóptero seria um Jet Ranger de prefixo PR HBB, modelo BELL 206.