quinta-feira, 1 de março de 2018

ODEBRECHT APRESENTA A MORO E-MAILS COMO PROVAS CONTRA LULA


BR-POLITICA.

Anexadas no processo sobre o sítio de Atibaia, mensagens tratam também de prédio ao Instituto Lula e de conta-corrente de propina com Palocci


S
egundo os delatores da empreiteira, menções a “amigo” ou “amigo de EO” correspondiam ao ex-presidente
Da Redação

O empresário Marcelo Odebrecht anexou a um processo da Operação Lava Jato que tem o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva entre os réus novos e-mails com referências a valores supostamente pagos pela Odebrecht ao petista. A defesa de Marcelo alega que ele só pôde reunir o material depois que progrediu ao regime semiaberto e teve acesso a dados de seu computador pessoal. O conteúdo comprovaria o relatos do empresário em sua delação premiada.

Incluídos no processo referente ao sítio Santa Bárbara, em Atibaia (SP), os e-mails tratam de obras na propriedade rural, da compra de um prédio ao Instituto Lula, em São Paulo, que baseia outro processo da Lava Jato, além de pagamentos destinados a Lula por meio da “conta corrente de propinas” mantida entre Marcelo Odebrecht e o ex-ministro Antonio Palocci, identificado como “Italiano”.