sábado, 3 de março de 2018

POR ISSO MESMO, O STF SÓ VAI JULGAR SEU PEDIDO QUANDO ELE JÁ ESTIVER NA CADEIA.


 Brasília-df-politica.
lula-1-868x644
“A presidente do STF, ministra Cármen Lúcia, diverge de alguns ministros do Tribunal e não acha que a prisão depois da segunda instância deva ser discutida novamente em plenário.
Ela não vê nenhuma razão para neste momento voltar ao assunto, a não ser a proximidade da decisão do caso do ex-presidente Lula.
Aparentemente, o tema não será colocado em discussão tão cedo. Apenas depois de Lula ser preso, o que deverá acontecer até o final de março, quando a defesa entrar com Habeas Corpus no STF, o assunto voltará ao plenário e pode ser acertada a prisão apenas depois da decisão do STJ.
Mas há um entendimento para propor que o condenado continue preso, em prisão preventiva, até que o STJ se pronuncie. Alguns ministros estão incomodados que uma decisão possa ser vista como favorecimento ao ex-presidente Lula e à impunidade.”
 O Antagonista