segunda-feira, 16 de abril de 2018

PAI QUE CAVALGOU 2 MIL KM CHEGA À PARAÍBA E CUMPRE PROMESSA DE VER FORMATURA DA FILHA


BR-GERAL.
 
Na tarde desse domingo (15) chegou ao distrito de São Gonçalo, no município de Sousa, Sertão paraibano, o supervisor de obras Josemar de Oliveira, junto com o cavalo que o acompanhou durante os 2 mil quilômetros e 29 dias entre Brasília e a Paraíba. Ele cumpriu a promessa que fez à filha cerca de cinco anos atrás: cavalgar até o interior paraibano para participar da festa de formatura dela em medicina veterinária, pelo Instituto Federal da Paraíba (IFPB), no campus de Sousa.
 “Eu não tenho nem palavras. Foi o maior ato de amor que já recebi”, disse Beatriz Fernandes, filha de Josemar.
 Mas Josemar não fez essa viagem sozinho, planejada há dois anos. A esposa dele, a dona de casa Lucimar Dantas, 51 anos, seguiu com ele, além de um casal de amigos, o produtor rural Cícero Duarte, 41 anos, e a dona de casa Maria das Graças, 36 anos. O casal é de Poço de José de Moura, também no Sertão da Paraíba, e conheceu os pais de Beatriz durante o planejamento da viagem.
“Uma emoção muito forte, pegamos muitas chuvas no caminho, fizemos amizades com as pessoas que nos receberam nas fazendas. Primeiramente agradecer a Deus”, declara Cícero.
Para essa aventura, Josemar montou uma estrutura de cuidados tanto para ele quanto para os animais que o acompanham nessa missão. Além disso, ele fez um orçamento de cerca de R$ 15 mil para completar a promessa.
O grupo chegou na tarde do domingo e cerca de 25 cavaleiros do Alto Sertão da Paraíba foram recepcionar Josemar e o amigo Cícero Duarte. A intenção de todos era fazer a última parte da viagem cavalgando pela Zona Rural, mas as chuvas prejudicaram as estradas nas comunidades que faziam parte do trajeto. O fim da viagem foi feito pela BR-230.
“Prova de amor para a família, para a minha filha, pelo animal, prova de amor a todos os vaqueiros nordestinos”, ressalta Josemar.
Encontro emocionado entre filha e pai (Foto: Reprodução/TV Paraíba)
Josemar é natural de Coremas, na Paraíba, mas ainda criança se mudou para São Gonçalo, onde morava a esposa, e há 29 anos foram morar em Brasília. Todos os anos ele visita o lugar onde passou boa parte da infância e da adolescência. Cavalgando, é a primeira vez que fez a viagem, o que a tornou ainda mais especial.
“Eu sempre tive vontade de fazer uma viagem longa a cavalo. Gosto muito de cavalgar. E quando Beatriz foi para Sousa fazer medicina veterinária eu achei que ela não ia aguentar, ia voltar para casa. Aí fiz a promessa e agora estou cumprindo”, explicou o supervisor de obras.
Rede Unilar