quarta-feira, 2 de maio de 2018

CLIENTE DENUNCIA ‘MASSAGISTA’ POR ABUSO SEXUAL EM CLÍNICA DE CAMPO GRANDE

CAMPO GRANDE-MT-POLICIA.

Foto; midiamax.

Com muitas dores de coluna e mal conseguindo se locomover, uma mulher de 32 anos procurou ajuda em uma clínica de reabilitação, em Campo Grande, localizada no Bairro Monte Castelo. Mas o que prometia ser o alívio para um problema, trouxe mais trauma para a mulher. Ela foi vítima de abuso sexual e procurou a Casa da Mulher Brasileira para denunciar o crime.

O profissional foi escolhido por indicação de um amigo. Segundo o registro do boletim de ocorrência feito pela vítima, ela teria procurado o profissional no dia 21 deste mês, acompanhada de seu amigo, que a ficou aguardando na sala de espera.

Ao entrar no consultório para fazer o procedimento, ela tirou as roupas, ficou de calcinha e top e deitou em uma maca de bruços. Momento em que o massagista teria começado os procedimentos e dito para a paciente ‘que ele tinha ganhado o dia ao ver a imagem das nádegas dela’.

Ainda de acordo com informações da ocorrência, a mulher achou que ele tinha feito uma piada grosseira, mas como estava com muitas dores continuou deitada para conclusão dos procedimentos.

Em seguida, ela virou de frente e o massagista teria começado a apertar a sua virilha, e a vítima passou a sentir muitas dores, mas acabou achando que o tratamento estava dando certo.

Mas o autor, usando um aparelho vibratório começou a passar o equipamento em sua virilha. A mulher, então, o afastou com as mãos. O agressor insistiu e tentou fazer sexo oral com ela. Mesmo chorando de desespero, a mulher pagou R$ 150 pela massagem e contou o que havia acontecido para o amigo, que a acompanhou até a delegacia para registrar o boletim de ocorrência. O crime foi  registrado como posse sexual mediante fraude, que é punido com pena de 2 a 6 anos de prisão.

Postar um comentário