domingo, 27 de maio de 2018

FERNANDINHO BEIRA-MAR DISPUTA PROPRIEDADE DE TERRENO DE 17 MIL METROS QUADRADOS EM PIPA


Rn-policial.

Resultado de imagem para foto FERNANDINHO BEIRA-MAR DISPUTA PROPRIEDADE DE TERRENO DE 17 MIL METROS QUADRADOS EM PIPA
Um terreno de 17 mil metros quadrados pertinho do mar, em uma das praias mais famosas do país — a da Pipa, no Rio Grande do Norte —, está no centro de uma inusitada disputa entre Luiz Fernando da Costa, o Fernandinho Beira-Mar, e a advogada Cecília Mara Machado, ex-defensora do traficante.

Vendido por R$ 1,2 milhão para a construção de um luxuoso empreendimento imobiliário, o imóvel é considerado pelo Ministério Público Federal (MPF) uma evidência de que Cecília atuou como laranja da organização criminosa de Beira-Mar.

O traficante, a advogada e o marido dela são denunciados por lavagem de dinheiro e organização criminosa em processo que tramita em Rondônia. A denúncia foi baseada em documentos apreendidos pela Polícia Federal durante a Operação Epístola. Entre as provas, há um bilhete escrito a mão por Beira-Mar, no qual ele reclama ser o dono do terreno, avalia o imóvel em R$ 1,5 milhão e determina que a advogada devolva tudo que é dele.

Segundo a denúncia, o bandido repassou o imóvel a Cecília para esconder que era o verdadeiro dono. A advogada nega, e diz que o terreno, revendido em 2016, já pertencia ao marido quando começou a advogar para Beira-Mar.

Postar um comentário