terça-feira, 19 de junho de 2018

NOTA DA J&F

Br-geral.

J&F enviou a seguinte nota sobre o relatório de indiciamento da Polícia Federal no caso envolvendo o ex-procurador Marcello Miller:
“Joesley Batista e Francisco de Assis jamais contrataram, ofereceram ou autorizaram que fosse oferecida qualquer vantagem indevida ao senhor Marcello Miller. A J&F contratou dois escritórios de advocacia reconhecidos por sua reputação em suas respectivas áreas de atuação: TRW (Trench Rossi Watanabe), na área de compliance e investigação interna, e Tortima Tavares Borges, na área criminal.
Marcelo Miller era sócio do TRW, o escritório de advocacia mais renomado no mundo em compliance, não havendo motivos para desconfiar de qualquer irregularidade. Cabe ainda ressaltar que esse escritório está sendo processado pela J&F pela má-prática profissional nesse episódio.
O Antagonista