terça-feira, 7 de agosto de 2018

DESEMBARGADOR QUE MANDOU SOLTAR LULA COMETEU CRIME FUNCIONAL, DIZ PGR

BR-GERAL.

Notícias ao Minuto
naom_5b695b54a34a4

O desembargador Rogerio Favretto, que durante um plantão no Tribunal Federal da 4ª Região (TRF-4) concedeu um habeas corpus ao ex-presidente Lula, no início de julho, contratou o advogado criminal Pierpaolo Bottini.

É que, de acordo com a colunista Mônica Bergamo, do jornal “Folha de S. Paulo”, a Procuradoria-Geral da República (PGR) entendeu que Favretto cometeu crime de prevaricação (crime funcional praticado pelo funcionário público contra a administração pública) ao aceitar o pedido de liberação de Lula feito pelos deputados Paulo Pimenta (PT-RS), Wadih Damous (PT-RJ) e Paulo Teixeira (PT-SP).

Na ocasião, o juiz Sérgio Moro estava de férias, mas telefonou para delegados da PF e pediu que não cumprissem a ordem do desembargador plantonista. Em tempo, vale ressaltar que Favretto já foi filiado ao PT.