quinta-feira, 2 de agosto de 2018

TRÊS SITES QUE COBRAVAM POR SERVIÇOS GRATUITOS DO GOVERNO FEDERAL SÃO SUSPENSOS APÓS AÇÃO DO MPF


BR-GERAL.
Uma ação do Ministério Público Federal levou à suspensão de três domínios de internet vinculados a empresas que realizam cobranças por serviços públicos gratuitos. Os endereços induziam a erro usuários interessados em se inscrever no Sistema de Cadastramento Unificado de Fornecedores (Sicaf), da União.

Acreditando serem páginas mantidas pelo próprio governo federal, muitas pessoas aceitavam pagar altos valores para o envio de informações e documentos, atividade que pode ser feita sem custo, diretamente no site oficial da plataforma.

Os endereços “sicaf.com.br”, “sicafnet.com.br” e “sicafweb.com.br” já estão inacessíveis. A suspensão foi ordenada pela 1ª Vara Cível Federal de São Paulo, em liminar que acolheu os pedidos do MPF na ação civil pública ajuizada contra as empresas mantenedoras desses sites (Sicaf Treinamentos Fitossanitários, Sicafnet Assessoria e Consultoria e Sicafweb Assessoria e Consultoria) e seus representantes.