sábado, 8 de setembro de 2018

MC NALDINHO, DO HIT UM TAPINHA NÃO DÓI, MORREU NA TARDE DE QUINTA-FEIRA (6).



RJ-SAÚDE
O amigo e empresário Bob Rum foi quem deu a notícia nas redes sociais.
— Infelizmente, nosso querido amigo, Mc Naldinho faleceu esta tarde. Descanse em paz, meu amigo. Deus abençoe e conforte toda família.
Naldinho estava internado há dois meses
Naldinho estava internado há dois meses 
Reprodução/RecordTV
O funkeiro de 41 anos estava internado em um hospital no Rio de Janeiro há cerca de dois meses. Ele lutava contra uma doença nos rins e recebeu até ajuda de amigos para o tratamento por meio de uma vaquinha, porém não resistiu.
Veja como foi a luta do cantor contra a doença na reportagem do Balanço Geral RJ.
O sucesso de Naldinho veio no início dos anos 2000, quando ele ficou conhecido nacionalmente após estourar com os funks Um Tapinha Não Dói e Dança da Motinha, ao lado de MC Bela.
O hit do "tapinha", no entanto, fez com que o músico fosse alvo de uma ação civil pública movida pelo Ministério Público Federal. A  alegação era que a letra banalizava a violência contra a mulher e era preconceituosa em relação ao sexo feminino. Anos depois, no entanto, a Justiça absolveu a produtora Furacão 2000.
Em 2014, o funkeiro foi personagem de uma matéria do programa Domingo Show. Na ocasião, Naldinho relembrou como surgiu o hit do "tapinha".
— O Tapinha Não Dói veio através de um simples carinho que fiz na minha filha, porque carinho é carinho e repreensão é repreensão. Ela [estava] brincando comigo e disse: "pai, um tapinha não dói". Então, a partir desse momento, eu transformei aquela brincadeira em uma música.
O hit chegou a fazer sucesso em países da América Latina e ganhou versões nas vozes de astros da música brasileira, para a alegria do cantor.
Após o sucesso, a dupla se desfez, o cantor perdeu tudo e chegou até a entrar em depressão. "Era um hit dançante para alegrar o povo", contou a Geraldo Luís.
Após o sucesso, a dupla de Naldinho com Bela acabou. A queda na fama, fez com que o cantor entrasse em depressão e chegasse a usar drogas. Mas, felizmente, ele se curou e largou o vício.