domingo, 28 de outubro de 2018

CARLOS EDUARDO ALVES PERDE EM TODAS AS REGIÕES DO ESTADO PARA FÁTIMA BEZERRA, VENCE APENAS EM NATAL.


Via  Blog Carlos Santos
RN-POLITICA.
Segundo planilha que detalha a Pesquisa FM 98.9/Instituto Consult, o cenário de luta pelo voto ao Governo do RN em Natal e em Mossoró mostra realidades distintas.
A maioria pró-Fátima Bezerra (PT) no estado em relação a Carlos Eduardo Alves (PDT) é de 5,4 pontos percentuais no cômputo dos votos válidos e de 4,59 pontos percentuais na Estimulada (veja AQUI).
Na capital, Carlos Eduardo Alves (PDT) sobra; em Mossoró, espreme-se para não perder como no primeiro turno para Fátima Bezerra (PT). O candidato pedetista não tem dianteira em qualquer outra área, a não ser em Natal, onde foi prefeito quatro vezes.
Natal apresenta maioria pró-Carlos Eduardo Alves de 16,7% em relação à Fátima Bezerra. Já em Mossoró, o comportamento do eleitor detectado pelo Consult é diferente. A candidata do PT e da Coligação Do Lado Certo apresentou dianteira de 5,9%.
No primeiro turno, Carlos Eduardo venceu Fátima Bezerra em Natal com maioria de 18,6%, ou seja, 70.478 votos.
Em relação a Mossoró, Fátima Bezerra ganhou no primeiro turno, obtendo 8,66% de maioria sobre o adversário, ou seja, 9.391 votos. 
A vantagem de Fátima Bezerra sobre Carlos Eduardo Alves no primeiro turno, no estado, foi de 222.217 mil votos, ou seja, 13,72 pontos percentuais. Ela ganhou em 149 municípios, Carlos em 13 e Robinson Faria (PSD) em cinco.
Mossoró de um só candidato
Agora no segundo turno, o que chama mais a atenção no tocante a Mossoró, é que Fátima Bezerra só esteve uma vez na cidade nessa fase eleitoral, participando de uma carreata. Escasso trabalho da militância tenta preencher essa lacuna.
O concorrente, ao contrário, tem uma pesada estrutura comandada pela prefeita Rosalba Ciarlini (PP) em trabalho diário nos bairros periféricos e zona rural, haja vista que seu filho Kadu Ciarlini (PP) é o vice de Carlos Eduardo Alves.
Veja no boxe abaixo o comportamento do eleitor na pesquisa realizada entre os dias 21 e 22 últimos (domingo e segunda-feira), nos principais colégios eleitorais do estado e regiões:
A pesquisa teve entrevistas realizadas entre os dias 21 (domingo) e 22 (segunda-feira), alcançando 57 municípios em 12 regiões.
A margem de erro é de 2,3 pontos percentuais para mais ou para menos. O registro na Justiça Eleitoral está sob o número RN 04167/2018.