sexta-feira, 21 de dezembro de 2018

HOMEM MORRE COM SUSPEITA DE LEPTOSPIROSE NA PARAÍBA


PB-SAÚDE.
Causa da morte não foi identificada; amostras serão analisadas por laboratório em São Paulo
Um homem morreu em João Pessoa com suspeita de leptospirose, nesta quarta-feira (19). O Sistema de Verificação de Óbitos não identificou a causa da morte, mas coletou amostras que devem ser analisadas por um laboratório em São Paulo. O prazo para que o resultado do exame saia é de 90 dias.
De acordo com a irmã de Suênio José da Silva, ele, que mora em Bayeux, começou a se sentir mal no domingo (16), com febre e sonolência, mas foi trabalhar no dia seguinte. No entanto, passou mal e foi para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Bayeux, onde foi diagnosticado com uma “virose” e medicado.
Apesar disso, Suênio, de 33 anos, não apresentou melhora e foi levado pela família para um hospital particular da capital paraibana. “Lá ele já não estava respirando direito, aí colocaram ele em um balão. Só que ele tava com ânsia de vômito, veio sangue junto. Aí quando ele levantou a cabeça os olhos também já estavam com sangue. A médica que estava de plantão solicitou que a gente levasse ele para a UPA”, pontuou Suênia.
Ao chegar na UPA de Cruz das Armas, a equipe médica identificou que diversos órgãos não estavam funcionando bem e passou a suspeitar que ele estava com problemas no coração ou com leptospirose.
Na noite da terça-feira, os médicos identificaram que os rins de Suênio haviam parado de funcionar e tentaram uma transferência para o Hospital Universitário Lauro Wanderley, contudo, ele morreu antes que a mudança ocorresse.
Conforme a Vigilância Ambiental e de Zoonoses de João Pessoa, foram registrados na capital paraibana este ano dez casos da doença, mas nenhuma morte em decorrência disso.
O velório e enterro de Suênio aconteceram nesta quinta-feira (20), em João Pessoa.
G1