terça-feira, 12 de fevereiro de 2019

ACUSADO DE MATAR E ENTERRAR MENINA DE 12 ANOS NA ZONA NORTE DE NATAL TEM AUDIÊNCIA MARCADA PARA MAIO


RN-POLICIAL.
Pedreiro Marcondes Gomes da Silva foi preso no litoral potiguar — Foto: PM/Divulgação
Pedreiro Marcondes Gomes da Silva foi preso no litoral potiguar
 Foto: PM/Divulgação

Iasmin Lorena foi morta e enterrada em março de 2018 dentro de uma casa na comunidade da África, na Redinha. Acusado disse que matou a menina porque ela se recusou a ter relações sexuais com ele.
Por Anderson Barbosa, G1 RN

Foi marcado para o dia 15 de maio, no Fórum Desembargador Miguel Seabra Fagundes, na Zona Sul de Natal, a audiência de instrução e julgamento do pedreiro Marcondes Gomes da Silva, de 45 anos, acusado de matar a estudante Iasmin Lorena Pereira de Melo, de 12 anos. A menina foi estrangulada com um cabo de aço de bicicleta e enterrada no terreno de uma casa em construção na comunidade da África, na Zona Norte da capital potiguar. O crime aconteceu em março de 2018 e causou grande comoção.

Rede UnilarApós a audiência, caberá ao juiz Geomar Brito, da 2º Vara Criminal de Natal, absolver ou sentenciar o acusado a júri popular.

Marcondes, que era amigo da família da menina, foi preso no dia 26 de abril, dois dias após o corpo da garota ser encontrado por cães farejadores da Polícia Militar. O pedreiro estava em uma praia no município de Touros, no Litoral Norte do estado.

Ao ser detido, ele confessou o crime. Contou que agiu sozinho, e disse que matou Iasmin após ela se negar a ter relações sexuais com ele. Marcondes passou um tempo na Penitenciária Estadual de Alcaçuz, em Nísia Floresta, mas em setembro do ano passado foi transferido para a Penitenciária Estadual de Parnamirim.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

É livre o direito de pensamentos, todos nós temos o direito de expressar nossas ideias e pensamentos deste que respeitando o direito e a moral dos demais.

Lembrando que a responsabilidade dos Comentários e de quem posta.

Chagas Silva