segunda-feira, 11 de fevereiro de 2019

DEFESA CIVIL CONFIRMA 165 MORTES EM BARRAGEM DE BRUMADINHO


GM-CIDADES.
Último levantamento divulgado indicava 157 óbitos; segundo o órgão, 160 pessoas continuam desaparecidas
Buscas continuam por tempo indeterminado
Buscas continuam por tempo indeterminado-BBC News Brasil

A Defesa Civil de Minas Gerais informou, neste domingo (10), que subiu de 157 para 165 o número de mortes causadas pelo rompimento da barragem da Vale, em Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Segundo o órgão, 160 pessoas ainda estão na lista de desaparecidos.
Até o momento, 138 pessoas continuam desabrigadas devido à tragédia ocorrida no dia 25 de janeiro. Do total de corpos encontrados, nove ainda não foram identificados pela Polícia Civil.
Tragédia da Vale provoca pesadelos e insônia em atingidos por barragem
De acordo com o Corpo de Bombeiros, as buscas pelos desaparecidos continuam por tempo indeterminado.
Neste domingo, 17º dia de buscas, 352 pessoas foram às áreas alagadas pela lama na procura pelos desaparecidos. Destes, 150 são bombeiros de Minas Gerais, 64 são miliares da Força Nacional e 129 são agentes de outros Estados. Nove voluntários também cooperam com os trabalhos.
No momento, o foco da varredura é a área onde ficava a usina ITM, a área administrativa da empresa com o refeitório e estacionamento e por onde passava os trilhos de trem. Onze aeronaves, 35 máquinas pesadas e 19 cães são usados na operação.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

É livre o direito de pensamentos, todos nós temos o direito de expressar nossas ideias e pensamentos deste que respeitando o direito e a moral dos demais.

Lembrando que a responsabilidade dos Comentários e de quem posta.

Chagas Silva