domingo, 14 de abril de 2019

AERONAVE CAI NA REGIÃO NOROESTE DE BH E PROVOCA UMA MORTE


Por G1 Minas
BH-GERAL - Aeronave foi destruída pelo fogo. Ela bateu no portão de uma casa e atingiu fiação de energia elétrica.
Aeronave estava registrada em nome de Francisco Fabiano Gontijo — Foto: Reprodução/TV Globo
Aeronave estava registrada em nome de Francisco Fabiano Gontijo
Foto: Reprodução/TV Globo
Uma aeronave de pequeno porte caiu, na tarde deste sábado (13), no bairro Caiçara, na Região Noroeste de Belo Horizonte. De acordo com o Corpo de Bombeiros, o acidente deixou uma vítima, que teve o corpo carbonizado.
A queda ocorreu na Rua Minerva. A aeronave, que pegou fogo, bateu no portão de uma casa. A fiação da rede de energia elétrica também foi atingida, deixando moradores do entorno sem luz.
O dono da aeronave é Francisco Fabiano Gontijo, e o nome dele constava no plano de voo. Dois amigos que estiveram no local da queda disseram que o homem, que é médico, pilotava o avião no momento do acidente. "Piloto experiente, com muitos anos de pilotagem já", disse um dos amigos.
Aeronave cai em Belo Horizonte — Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação
Aeronave cai em Belo Horizonte — Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação
Equipes de bombeiros e da perícia da Polícia Civil foram mobilizadas. Segundo os bombeiros, testemunhas relataram que viram explosões. A aeronave -- um monomotor modelo Socata ST-10, matrícula matrícula PT-DME -- foi destruída pelo fogo. As chamas e a fumaça puderam ser vistas de longe.
O técnico em informática Túlio Batista viu a queda e disse que, aparentemente, o avião perdeu estabilidade. "Deu um mergulho e eu escutei o estouro", afirmou.
De acordo com Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), o avião havia decolado, por volta das 15h15, do Aeroporto Carlos Prates, também na Região Noroeste. Pelo registro de voo, o pouso seria feito no mesmo local.
Um piloto que também testemunhou a queda acredita que a aeronave teve uma pane. "Eu estava no aeroporto, eu sou piloto também. Fui lá no aeroporto com meu genro. Aí, eu vi o avião decolando, ele falhou o motor. Nós ouvimos a falha do motor. Olhamos o avião, ele tentou retornar", disse.
Segundo a Força Aérea Brasileira, investigadores do Terceiro Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa III) vão fazer as apurações iniciais da ocorrência envolvendo a aeronave.
Na consulta ao Registro Aeronáutico Brasileiro (RAB), consta que a aeronave está com o certificado de aeronavegabilidade suspenso. O G1 aguarda um posicionamento da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).
Durante a tarde, um homem, que estava bastante exaltado, foi detido na área da queda do avião. A Polícia Militar (PM), entretanto, disse que não houve registro de boletim de ocorrência desse caso.
Aeronave pegou fogo e ficou destruída pelas chamas — Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação
Aeronave pegou fogo e ficou destruída pelas chamas
 Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação
O local do acidente, que fica a cerca de 2 quilômetros do aeroporto, foi interditado pela polícia. Até a conclusão dos trabalhos da perícia, moradores que vivem no trecho só estão autorizados a entrar e sair de casa a pé.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

É livre o direito de pensamentos, todos nós temos o direito de expressar nossas ideias e pensamentos deste que respeitando o direito e a moral dos demais.

Lembrando que a responsabilidade dos Comentários e de quem posta.

Chagas Silva