domingo, 7 de abril de 2019

QUEDA DE PONTE NA ALÇA VIÁRIA: BUSCAS POR DESAPARECIDOS SÃO INTERROMPIDAS E DEVEM SER RETOMADAS NO DOMINGO, 7

PA-CIDADES - Mergulhadores do Corpo de Bombeiros trabalharam por várias horas, mas falta de visibilidade e correnteza tornaram as buscas inviáveis. Ainda não está claro se há vítimas.
Por G1 PA — Belém
Marinha e Corpo de Bombeiros lideram os trabalhos de busca por possíveis vítimas de acidente em ponte paraense. — Foto: Secom / Divulgação
Foram interrompidos por volta das 18h20, os trabalhos de buscas pelas possíveis vítimas da queda da terceira ponte da Alça Viária, no nordeste do Pará, que ocorreu na madrugada deste sábado (6). De acordo com o governo do estado, os trabalhos serão mantidos até que eventuais vítimas sejam localizadas; apenas o que pode ser feito fora da água vai continuar pela noite.

O acidente se deu quando uma balsa bateu na ponte. Ainda não está claro se de fato alguma pessoa ou carro caiu na água no momento da colisão.

As fortes correntezas na área ofereciam risco aos agentes e mergulhadores. Mas serão mantidas no local as equipes da Marinha, Polícia Militar e Bombeiros.

"Os indícios apontam que os veículos estão no leito principal do rio. E o rio é profundo. A correnteza é extensa e isso causa instabilidade para os mergulhadores. Nossa visibilidade é zero, então precisamos ter muito cuidado", explica Reginaldo Pinheiro, comandante operacional do Corpo de Bombeiros no local

Nenhum comentário:

Postar um comentário

É livre o direito de pensamentos, todos nós temos o direito de expressar nossas ideias e pensamentos deste que respeitando o direito e a moral dos demais.

Lembrando que a responsabilidade dos Comentários e de quem posta.

Chagas Silva