segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

Incêndio em galpão da Empresa Medeiros S/A, trás pânico a população de Jardim do Seridó.

Cidades.

Na tarde desta segunda feira, dia 19, a cidade de Jardim do Seridó ficou em polvorosa ao tomar conhecimento de um incêndio de  proporções assustadoras que tomou conta do galpão de Nº 01, da Empresa Medeiros S/A Indústria e Comércio, que a anos encontra-se desativada, essa firma é localizada no centro  da cidade de Jardim do Seridó. O incêndio teve inicio por volta das 13h30min, 

Em conversa com alguns curiosos tomei conhecimento de que o incêndio foi provocado inconscientemente por funcionário da firma, segundo as informações, o rapaz que atente pelo apelido de  Boroca, teria feito uma limpeza em volta do prédio sinistrado e ao preparar uma corvara e atear fogo, acabou por provocar todo esse incêndio. Um caso que o inocente da culpa já que essa não era a intenção do mesmo pelo contrario ele foi pega de surpresa, tanto que ao tentar apagar o incêndio acabou sendo afetado pelas chamas, levado para o hospital Dr. Ruy Mariz onde foi atendido e encaminhado a um Oftalmologista em Currais Novos.



O Corpo de Bombeiros de Caicó que assumiu o controle de toda a operação pediu apoio de prefeituras e particulares. Carros pipas de varias cidades próximas participam desta operação dando apoio ao caminhão de combate dos Bombeiros. Ainda no apoio duas retroescavadeiras e caçambas de Jardim do Seridó foram enviadas ao local.


Ao todo os bombeiros recebem apoio de seis carros pipas de diferentes cidades e ambulâncias que também vieram pata o apoio. O estoque de material  de produtos inflamável  existente nesses galpões ainda é grande,  produtos  da época em que a indústria Medeiros S/A.  ainda funcionava, o fogo aumentou consideravelmente, o que deixando a vizinhança literalmente em pânico. Sem falar que muita gente deixou Jardim do Seridó na tarde desata segunda feira com medo de que alo pior pudesse acontecer.

Postagem em destaque

CAMPINA GRANDE: MULHER INTERROMPE TRATAMENTO PARA COVID-19 E ‘FOGE’ DE HOSPITAL SEM RECOMENDAÇÃO MÉDICA

PB-SAÚDE.     Uma mulher de 71 anos decidiu interromper o tratamento que estava recebendo para a Covid-19 no Hospital Municipal Pedro I,...