99.5FM Currais Novos - RN

quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

POLÍCIAS DA PB E RN DESARTICULAM PARTE DE GRUPO QUE ROUBARIA BANCO

Catolé do Rocha -PB-Policia.
Uma grande operação realizada pela Polícia Militar da Paraíba, em conjunto com as Polícias Militar e Civil do Rio Grande do Norte, que teve início na madrugada desta quarta-feira (30 de novembro), na área do 12º BPM de Catolé do Rocha (PB), sob o comando do Major Douglas Ferreira, culminou com a prisão de dois assaltantes envolvidos com quadrilha de estouro de bancos, apreensão de um veículo e material usado pelos bandidos.
material-apreendido-pela-policia
A ação policial teve início na madrugada desta quarta-feira, quando os policiais conseguiram interceptar e apreender uma Caminhonete Chevrolet S-10, cor prata, clonada, que foi apreendida na Rodovia PB-317 que liga o município de Riacho dos Cavalos a Catolé do Rocha.
Na operação também foram presos dois elementos naturais de Petrolina (PE), acusados de serem integrantes de uma quadrilha de assalto à bancos. Os dois acusados estavam sem documentos, e confessaram que a caminhonete S-10 foi trazida da cidade de Juazeiro (BA), e seria utilizada num estouro de banco programado para a noite desta quarta-feira.
Em ato contínuo, foram intensificadas as diligências na madrugada desta quarta-feira, após a prisão dos dois pernambucanos envolvidos na quadrilha de estouro de bancos, quando os policiais conseguiram chegar até o local de apoio dos indivíduos, localizado em uma fazenda denominada Cangaíra, no município de Messias Targino (RN).
Ao perceberem a aproximação das equipes, os bandidos empreenderam fuga e deixaram para trás grande quantidade de grampos, uma base metálica para arma longa, comida, água e outros apetrechos.
Um terceiro elemento por nome de Messias que estava dando apoio ao bando foi identificado e conduzido para prestar esclarecimentos na Delegacia de Polícia.
A operação policial realizada nesta quarta-feira (30) teve a coordenação do Major Douglas Ferreira, comandante do 12º BPM de Catolé do Rocha, que acompanhou ‘in loco’ todo o desenrolar e desfecho das ações policiais.

Nenhum comentário: