quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

Uma nova fase da Operação Guardião resultou na prisão de sete pessoas suspeitas de praticar homicidios.

RN-Policia.

Uma nova fase da Operação Guardião resultou na prisão de sete pessoas suspeitas de matar e jogar os corpos de 17 pessoas no rio Potengi. De acordo com informações da Polícia Civil, as prisões aconteceram após seis meses de investigações conduzidas pela Divisão de Homicídios da Zona Leste.

Provas dão conta de que os crimes têm envolvimento com o tráfico de drogas e as vítimas eram assassinadas no Paço da Pátria com tiros ou facadas e os corpos eram jogados no rio.

Os presos são Jefferson Rodrigo dos Santos, 29 anos; Vanessa Mariela da Silva, 24 anos; Tales Afonso Alexandre de Farias, 21 anos; Elton Cezar Souza Rocha, 30 anos; Artur Patrick dos Santos Dionísio, 24 anos; Nicolas Ferreira de Araújo Torres, 21 anos; e Danrley Anselmo da Silva, de 19 anos. Segundo a polícia, todos são integrantes do Sindicato do Crime e Danrley seria o chefe da quadrilha. Ele e Tales já estavam presos quando os mandados de prisão foram cumpridos.

A lista das vítimas e datas dos homicídios mostra que os crimes aconteceram entre janeiro e novembro deste ano. Dos 17 mortos eram 16 homens e uma mulher.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

É livre o direito de pensamentos, todos nós temos o direito de expressar nossas ideias e pensamentos deste que respeitando o direito e a moral dos demais.

Lembrando que a responsabilidade dos Comentários e de quem posta.

Chagas Silva

Postagem em destaque

CEARÁ REGISTRA 88 ASSASSINATOS EM 3 DIAS

CE-POLICIAIS. O estado do Ceará registrou 88 assassinatos nos últimos três dias. As mortes ocorrem durante uma paralisação realizada por p...