99.5FM Currais Novos - RN

sábado, 17 de junho de 2017

PF PRENDE SUSPEITO QUE TRAZIA COCAÍNA DE SÃO PAULO PARA NATAL

RN-Policia.
Imagem
Assecom/PRF/RN.
A Polícia Federal, com apoio da PM/RN, prendeu na tarde deste sábado (17/6), em Ponta Negra, zona sul de Natal, um comerciante, pernambucano, 32 anos, residente em Carapicuíba/SP, acusado de tráfico de drogas. Com ele, os policiais encontraram oito quilos de cocaína e uma pistola calibre 380, escondidos no painel de um veículo com placa de São Paulo.
A ação ocorreu quando os policiais investigavam informações dando conta de que organizações criminosas da região sudeste do país estariam enviando para o Rio Grande do Norte, drogas e armas através de transportadoras em caminhões do tipo “cegonha”.
Os policiais então, na última sexta-feira, utilizando um cão farejador do BPCHOQUE, fiscalizaram uma empresa localizada na zona sul da capital. Pouco tempo depois, um veículo, com indicativo de droga no seu interior, foi encontrado. A PF passou a vigiar o local e ficou aguardando a chegada da pessoa que receberia o carro, que só apareceu 24h depois. Ele foi seguido até o conjunto Ponta Negra onde, depois de abordado, foi conduzido para a sede da PF. Ali, após uma minuciosa vistoria os policiais acharam ocultos numa cavidade do painel do carro, enrolados em sacos plásticos, os tabletes da cocaína, a arma e um carregador parcialmente municiado.
O homem recebeu voz de prisão e em seguida foi autuado em flagrante, indiciado pelos crimes de tráfico de drogas e porte ilegal de arma.
Ele permanece custodiado na superintendência da PF, à disposição da Justiça, e negou saber que transportava qualquer tipo de material ilícito.
Esta foi a 3ª. apreensão de cocaína que a Polícia Federal fez este ano em Natal.

Comunicação Social da Polícia Federal no Rio Grande do Norte

(84) 3204.5588

CRIANÇA DE DOIS ANOS MORRE APÓS SOFRER CHOQUE ELÉTRICO NO CENTRO DE JOÃO PESSOA

PB-Policia.

De acordo com relatos colhidos pela Polícia Militar, criança morreu após se acidentar com uma extensão utilizada para ligar um aparelho de TV

Um menino de dois anos de idade morreu após sofrer um choque elétrico na casa em que morava, na Rua das Trincheiras, no Centro de João Pessoa, no início da noite desta sexta-feira (16).

A criança foi socorrida por uma viatura do Batalhão Ambiental da Polícia Militar, que passava pelas proximidades no momento do acidente e foi abordada pelo pai do garoto. Segundo o tenente Figueiredo, a vítima foi socorrida pelos policiais para o Hospital São Vicente de Paulo, mas já chegou morta à instituição de Saúde.

“O pai da criança disse à polícia que uma televisão da casa é ligada em uma extensão e, em um momento em que se dirigiu a outro cômodo da casa, deixou o menino só e, ao retornar, acabou o encontrando caído, segurando o fio da extensão”, contou o tenente.


Portal Correio

FOTO DE PACIENTE CERCADA POR FORMIGAS EM HOSPITAL GERA REVOLTA

Mundo-Saúde.

Tirada no San Paolo, em Nápoles, a imagem foi divulgada por um conselheiro regional da Campânia
Fonte; Blog seridono AR
A imagem de uma mulher deitada em um leito hospitalar coberto de formigas provocou indignação e colocou em xeque todo o sistema de saúde da Itália, forçando a intervenção do governo nacional.

Tirada no Hospital San Paolo, em Nápoles, a foto foi divulgada por um conselheiro regional (cargo semelhante ao de deputado estadual no Brasil) da Campânia na última segunda-feira (12) e mostra uma paciente suja e rodeada por insetos.

O diretor sanitário da estrutura, Vitor Rago, admitiu que a imagem é real e disse estar “mortificado”. “As formigas estão no leito, não no corpo da paciente, mas isso não devia ter acontecido de forma alguma”, afirmou o dirigente, que está no cargo há menos de um mês.

Rago alegou que a mulher foi transferida para outro quarto, mas isso não aplacou as críticas. “É uma coisa indigna”, declarou a ministra da Saúde da Itália, Beatrice Lorenzin, que prometeu uma “força-tarefa” para investigar as condições de atendimento no Hospital San Paolo.

Segundo ela, as primeiras investigações apontam que a ala onde a paciente estava internada passava por obras. O local foi visitado na manhã desta terça (13) pelo governador da Campânia, Vincenzo De Luca, que culpou as árvores vizinhas ao hospital pelo problema.

“Os galhos chegam até as janelas. Me disseram que há problemas desse tipo quando estão internados pacientes alimentados com bolsas nutricionais ricas em glucose e açúcares”, disse De Luca, reconhecendo que a saúde na Campânia é um “desastre”. Ele governa a região desde junho de 2015.


“Isso que está acontecendo nos hospitais da Campânia é a enésima prova da incapacidade do governador De Luca de administrar o sistema de saúde regional”, atacou a deputada Giuseppina Castiello, do partido de extrema direita Liga Norte.

MULHER É MORTA A TIROS QUANDO SAIA DE CASA PARA BUSCAR BOLO DE ANIVERSÁRIO DO FILHO, NA PARAÍBA

PB-Policia.

Segundo Polícia Militar, testemunhas informaram que suspeito estava escondido ao lado da casa
Resultado de imagem para sirene de carro policial
Do G1 PB

Uma mulher de 30 anos foi morta após ser ferida com um tiro na cabeça, perto de casa, na cidade de Natuba, no Agreste paraibano, nesta sexta-feira (16). Segundo as informações do Centro Integrado de Operações da Polícia Militar (Ciop), a mulher foi morta quando estava indo buscar um bolo de festa para o filho, que faz aniversário neste domingo (18).

Militar, moradores informaram que havia um homem escondido ao lado da casa da vítima. Quando ela saiu da residência foi surpreendida. O suspeito teria se aproximado e atirado contra a cabeça da mulher.

Ainda de acordo com a Polícia Militar, a mulher foi socorrida e encaminhada para um hospital, mas morreu ainda nos primeiros procedimentos de atendimento médico. A Polícia Militar começou a fazer buscas, mas até 7h40 deste sábado (17) não havia localizado nenhum suspeito.



EMPRESAS DE POLÍTICOS TÊM DÍVIDAS MILIONÁRIAS COM O INSS; COLLOR É LÍDER NO RANKING

BR-Economia.
yiuyio.jpeg
 Em tempos de discussões acaloradas sobre a Reforma da Previdência na Câmara dos Deputados e no Senado, uma divulgação da Procuradoria-Geral da Fazenda mostra que, pelo menos, 73 deputados e 13 senadores – 1 em cada 7 parlamentares – estão associados a empresas que estão em dívida com o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

No documento, cujos dados foram levantados pela Procuradoria-Geral Adjunta de Gestão da Dívida Ativa da União e Coordenação-Geral de Estratégias de Recuperação de Créditos, os políticos em questão possuem elos com as empresas como administradores, sócios, presidentes ou diretores de grupos. E o valor é milionário. Ao todo, todas as empresas devem mais de R$ 370 milhões.

O senador alagoano Fernando Collor de Melo (PTC) é o líder do ranking. Ele está associado a cinco empresas, que juntas, devem R$ 112 milhões à previdência.

Na nota, assinada pelo procurador da Fazenda, Diego de Saboia Xavier, destaca “que as informações dos devedores inscritos em dívida ativa da União não são protegidas por sigilo fiscal, de forma que podem e devem ser fornecidas a qualquer cidadão e estão disponíveis para consulta pública”.

A Procuradoria informou ainda que os valores informados correspondem aos débitos somados e atualizados até abril de 2017.

POLÍCIA PROCURA HOMEM ACUSADO DE APLICAR GOLPE EM CURRAIS NOVOS

RN-Policia.
Nosso blog foi procurado por um cidadão trabalhador de currais novos que foi vítima de estelionato e perdeu cerca de r$-1.600,00 ao tentar ajudar esse cidadão da foto identificado apenas como Reginaldo ou Régis.
O acusado se apresentou como engenheiro e major do exército brasileiro, que teria vindo a currais novos fazer um trabalho de mineração e que teve todos os bens bloqueados pela união.
Fingindo está passando por dificuldades financeiras, pediu ajuda a vítima até regularizar sua situação e após pegar o dinheiro desapareceu.
Segundo a vítima, que prestou um boletim de ocorrência hoje (16/06), obteve informações que o suspeito já aplicou o mesmo golpe em natal e São Paulo do Potengi. Ultimamente foi visto  hospedado em uma pousada na cidade de Tibau/RN onde pode ter feito novas vítimas.
O acusado anda com uma mulher e uma menina de 05 anos e chegou a se hospedar em uma pousada aqui de currais novos.
Quem tiver informação sobre o paradeiro desse cidadão pode entrar em contato com a polícia civil de currais novos pelo os telefones; (84)3405-3209 ou  (84)99634-7269 whatsaap.
A polícia acredita que outras pessoas podem ter sido vítimas aqui em currais novos e nas cidades próximas.
O homem sempre procura os frequentadores de uma irmandade antes de agir. 


MULHER USA PUNHAL E GARGALHO DE GARRAFA PARA FURAR DOIS JOVENS EM CURRAIS NOVOS

RN-Policia.
Adailson Carlos
Uma jovem de 18 anos identificada como gilmara usou um gargalho de garrafa e um punhal para furar dois jovens na madrugada de hoje (17) após a festa realizada em currais novos.
Um dos jovens identificado como alexgildo soares da silva foi atingido no pescoço pelo o gargalho de garrafa. O seu colega tentou segurar a jovem e quando deu as costas foi atingido por ela com uma cutilada de punhal que por pouco não o levou a morte.
           Veja o video
A polícia militar foi acionada e rapidamente prendeu a suspeita e apreendeu o punhal usado nas agressões.

PLANALTO CHAMA JOESLEY DE 'BANDIDO' E DIZ QUE TEMER O PROCESSARÁ NA JUSTIÇA

DF-Politica.
Nota foi divulgada após entrevista de Joesley Batista à revista 'Época'. No texto, a Secretaria de Comunicação da Presidência afirma que dono da J&F 'desfia mentiras'.
O presidente da República, Michel Temer, durante pronunciamento no Palácio do Planalto, em maio (Foto: Wilton Junior/Estadão Conteúdo)
Secretaria de Comunicação da Presidência da República informou na tarde deste sábado (17), por meio de nota, que o presidente Michel Temer ingressará na próxima segunda com ações na Justiça contra o dono do grupo J&F, Joesley Batista.
No texto, a Presidência critica o acordo de delação premiada firmado pelo empresário e o chama de "bandido notório" 

Nota
Veja a íntegra da nota divulgada pela Presidência da República:
Nota à Imprensa

'ÉPOCA': EM ENTREVISTA, JOESLEY CHAMA TEMER DE 'CHEFE DE ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA'

 BR-Policia.
Resultado de imagem para foto joesley batista
O empresário Joesley Batista, dono do grupo JBS, chamou o presidente da República, Michel Temer, de chefe da "pior quadrilha" e "da maior e mais perigosa organização criminosa" do Brasil em entrevista publicada na edição deste fim de semana da revista "Época".

O Palácio do Planalto divulgou nota na qual diz que empresário é "bandido notório", "desfia mentiras" e informa que na próxima segunda-feira Temer ingressará com ações na Justiça contra ele.

Na entrevista, o dono do frigorífico JBS, delator da Operação Lava Jato, também reafirma as denúncias que fez ao Ministério Público e à Polícia Federal contra as cúpulas de PT, PMDB e PSDB.

A entrevista de Joesley Batista ocupa 12 páginas da edição impressa de "Época".
O empresário inicia explicando como e quando os políticos começaram a agir como "organizações criminosas".

Segundo Joesley Batista, tudo começou há cerca de 10, 15 anos, quando surgiram grupos com divisão de tarefas: um chefe, um operador e um tesoureiro.

Segundo o empresário, são organizações criminosas que existem, segundo o empresário, para ganhar dinheiro cometendo crimes.

Na entrevista, Joesley afirma que esses esquemas organizados começaram no governo do PT e diz que "Lula e o PT" institucionalizaram a corrupção com a criação de núcleos, divisão de tarefas entre integrantes, em estados, ministérios, fundos de pensão e bancos, entre os quais o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

O resultado, para o empresário, é que hoje o estado brasileiro está dominado por organizações criminosas. Segundo Joesley, o modelo foi reproduzido por outras legendas.

O dono da JBS diz também que, na maioria dos casos, os pagamentos viraram uma obrigação. Ele cita, como exemplo, o ex-ministro da Fazenda nos governos Lula e Dilma Rousseff, Guido Mantega.

Joesley diz: "Olhe o caso do Guido. 'O BNDES comprou ações e investiu na sua empresa. Como você não vai me dar dinheiro?'".

"Época" questionou se essa prática funcionava como um contrato informal. Joesley confirma e acrescenta que ele e a JBS nunca pagaram "um centavo" de propina dentro do BNDES, "do presidente Luciano Coutinho ao técnico mais júnior".

Joesley diz que todas as relações que tinha com o banco eram "republicanas".
A revista pergunta a razão para pagar propina para Guido e para o PT se as relações com o BNDES eram republicanas.

Joesley diz que pagava porque estava nas mãos do governo. "Era só o Guido dizer no BNDES que não era mais do interesse do governo investir no agronegócio e pronto. Segundo Joesley, "bastava uma mudança de diretriz de governo para acabar com o negócio".

 
Eduardo Cunha e Lúcio Funaro

UNIVERSITÁRIO MARCA ENCONTRO COM CRIANÇA PELA WEB E É PRESO EM SHOPPING APÓS MÃE SE PASSAR PELA FILHA

MT-Policia.
Na rede social, o universitário postou mensagem sobre caráter (Foto: Facebook/Reprodução)
Na rede social, o universitário postou mensagem sobre caráter (Foto: Facebook/Reprodução)
Um universitário de 27 anos, suspeito de aliciar duas meninas de 11 anos em conversas pelo Facebook, foi preso em flagrante em um shopping de Várzea Grande, na região metropolitana de Cuiabá, na quarta-feira (14). Ele foi preso depois que a mãe de uma delas se passou pela filha e marcou o encontro no estabelecimento. O suspeito foi detido com um urso de pelúcia e levado para prestar depoimento em uma delegacia.
A mãe da criança leu o conteúdo das conversas entre o suspeito e a filha. Para que ele fosse flagrado, ela continuou a conversa com o estudante de direito como se fosse a menina. À polícia, a mãe relatou que o homem pedia fotos das meninas usando roupas íntimas.
Além disso, nas mensagens, o homem disse que iria “ensiná-las coisas diferentes” e que tiraria a timidez das duas meninas.
Se passando pela filha, a mãe marcou o encontro no shopping. No local, os seguranças e os familiares detiveram o homem até a chegada da polícia. De acordo com a Polícia Militar, o homem estava com um urso de pelúcia, que seria dado para as meninas.
Ele foi levado para a Central de Flagrantes e, segundo a Polícia Civil, foi autuado em flagrante por aliciar, assediar, instigar ou constranger, por qualquer meio de comunicação, criança com fim de com ela praticar ato libidinoso, crime previsto no Artigo 241 do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).
Em uma rede social, o universitário postou o print de uma conversa com outra menina, que pela conversa teria 12 anos. Na mensagem, ele ele diz que ela não é mais criança e a chama de "putinha de uma figa".
Por André Souza, G1 MT
 


PRF FAZ MAIOR APREENSÃO DO ANO DE ARMAS E MUNIÇÕES CONTRABANDEADAS DO PARAGUAI

PR-Policia.
Assecom/PRF/PR
Agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreenderam 56 pistolas escondidas em um veículo Ford Belina abordado em Santa Terezinha de Itaipu, região oeste do Paraná. Esta foi a maior apreensão de armas feita pela corporação este ano no Paraná e no Brasil. O carregamento está avaliado em mais de R$ 150 mil.
As armas foram localizadas sob o fundo falso do carro. Os agentes apreenderam 30 pistolas da marca Glock, das quais 25 de calibre 9mm e cinco de calibre 0.40, além de 26 pistolas Taurus de calibre 9mm.
De acordo com a corporação, por volta das 9h, um veículo Ford Belina foi abordado na BR-277, em frente a uma unidade operacional da PRF. Os agentes descobriram que havia um fundo falso no assoalho do automóvel.
Casal com bebê O veículo era ocupado por um casal, ambos com 37 anos de idade. Um bebê de um ano, filho do casal, também estava no carro, assim como uma outro mulher de 32 anos. A esposa carregava consigo 50 munições de calibre 9mm coladas com fita adesiva junto ao corpo. Também havia munições grudadas no corpo do bebê.
O casal e a mulher foram presos em flagrante pelos policiais rodoviários federais. Eles afirmaram residir em Curitiba e não revelaram o destino final das armas. A criança foi encaminhada ao Conselho Tutelar de Santa Terezinha de Itaipu.
O crime de tráfico internacional de armas de fogo de uso restrito prevê penas de até 12 anos de prisão.
Contrabandistas de armas presos no MS A Polícia Federal (PF) deteve na terça-feira, em Campo Grande (MS), três homens com idades entre 21 e 23 anos e uma mulher de 25 anos acusados de integrar uma quadrilha especializada no contrabando de armas do Paraguai e que planejava resgatar o líder do grupo, que já estava preso na capital sul-mato-grossense. Com a quadrilha foram apreendidas muitas armas, algumas de uso restrito. Além de munições, coletes à prova de bala e veículos.
Plano de tentar resgatar o líder da quadrilha De acordo com o delegado delegado federal Caio Martins, responsável por coordenar a Operação Cerberus, o “grande poderio bélico” seria empregado em um ousado plano de tentar resgatar o líder da quadrilha, Tiago Vinícius Vieira, 31 anos, quando ele deixasse a cela onde cumpre pena, no Estabelecimento Penal de Segurança Máxima de Campo Grande, para ser levado, com escolta policial, para uma consulta médica, no próximo dia 19.
Esta seria a segunda tentativa de fuga de Vieira. Em março, quando ainda estava detido no Presídio de Segurança Média de Três Lagoas (MS), policiais encontraram em sua cela uma pistola calibre 380. O que motivou sua transferência para a unidade de segurança máxima de Campo Grande.
Apoio da namorada Após vira para a capital do MS, Vieira passou a contar com o apoio de sua namorada e dos três comparsas presos para contrabandear armas de fogo do Paraguai para a Região Sudeste.

Conforme o delegado Caio Martins, o plano de resgate do grupo previa a rendição e o possível assassinato dos agentes penitenciários que estivessem escoltando Vieira para a consulta médica.

DHPP PRENDE FORAGIDO DE MINAS GERAIS NO BAIRRO BOM PASTOR, EM NATAL

RN-Policia.
Policiais civis da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) prenderam, na tarde desta sexta-feira (16) no bairro Bom Pastor, Antônio Ferreira Suriano, vulgo “Ceará”, 36 anos, suspeito de ter cometido um homicídio no ano de 2000 na cidade de Patos de Minas, localizada no estado de Minas Gerais. Anteriormente à sua prisão, ocorrida em cumprimento de mandado de prisão preventiva, Antônio tentou evadir-se para Fortaleza com uma criança.
O homem é suspeito de ter assassinado a facadas Luiz Antônio Xavier da Silva, conhecido como “Lucas”, 45 anos, no dia 14 de setembro de 2014 no bairro Bom Pastor, onde teria discutido com a vítima após uma festa. Na época do crime, Antônio utilizava uma identidade falsa com o nome de Ribamar Rodrigues de Oliveira, o qual tem em seu desfavor um mandado de prisão temporária pelo assassinato de Luiz. Antônio foi preso e encaminhado ao sistema prisional, onde ficará à disposição da Justiça.

Fonte: Blog do BG

MPF NA 5ª REGIÃO EMITE PARECER PELA MANUTENÇÃO DA PRISÃO PREVENTIVA DE HENRIQUE ALVES E EDUARDO CUNHA

BR-Policia.
Os ex-presidentes da Câmara dos Deputados são acusados de receber propina para favorecer empresas de construção civil na obra do estádio Arena das Dunas, em Natal (RN)
O Ministério Público Federal (MPF) na 5ª Região, com sede no Recife (PE), emitiu nesta sexta-feira (16) pareceres contrários à concessão de habeas corpus a Henrique Eduardo Lyra Alves e Eduardo Cosentino da Cunha. A prisão preventiva dos dois ex-deputados federais foi decretada pela Justiça Federal no Rio Grande do Norte, a pedido do MPF naquele estado. Para o MPF, há indícios de que ambos praticaram, de forma continuada, os crimes de corrupção e lavagem de dinheiro.
Henrique Alves foi preso preventivamente no último dia 6, em Natal (RN), dentro da chamada Operação Manus, um desdobramento da Lava Jato. Cunha, que já se encontrava preso no Paraná, por conta de outro processo, tornou-se alvo de um novo mandado de prisão preventiva. Eles são acusados de receber propina por meio de doações eleitorais oficiais e não oficiais, nos anos de 2012 e 2014, em troca do favorecimento de empreiteiras como OAS e Odebrecht, nas obras do estádio Arena das Dunas, em Natal (RN).
Ambos pediram a revogação da prisão preventiva, por meio de habeas corpus ao Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF5), no Recife, a segunda instância da Justiça Federal para processos que tramitam em seis estados do Nordeste, incluindo o Rio Grande do Norte. A Procuradoria Regional da República da 5ª Região (PRR5), unidade do MPF que atua perante o TRF5, manteve o posicionamento do MPF na primeira instância e emitiu parecer contrário ao pedido dos ex-deputados.
Para o MPF, a manutenção da prisão preventiva é necessária para garantir a ordem pública e assegurar a efetiva aplicação da lei penal, uma vez que ambos continuam a exercer intensa atividade política em âmbito nacional. Dessa forma, o cerceamento de sua liberdade tem o objetivo de evitar a continuidade das práticas ilícitas.
Henrique Alves - A investigação aponta que Henrique Alves, apesar de não exercer nenhum cargo político no governo federal desde que deixou o Ministério do Turismo, em junho de 2016, vinha transitando entre Natal (RN) e Brasília (DF) com periodicidade praticamente mensal. Após o processo de impeachment, seu partido, o PMDB, assumiu a Presidência da República, o que demonstra, segundo o parecer do MPF, que o ambiente de poder e influência onde, em tese, foram praticados os delitos em análise, permanece preservado.
O MPF ressalta ainda que, solto, o ex-ministro poderia manipular eventuais provas de seus crimes, a exemplo de sua conta na Suíça que foi fechada exatamente em 2015, quando as investigações da operação Lava Jato tiveram início no Supremo Tribunal Federal. Repentinamente, seu saldo foi enviado para outras contas secretas, uma mantida no Uruguai e outra nos Emirados Árabes Unidos, inviabilizando o sequestro desses valores. Isso demonstra, segundo entendimento do MPF, que a revogação da prisão preventiva permitiria que Henrique Alves continuasse a ocultar quantias ilícitas no exterior, prosseguindo com a conduta criminosa.
Finalmente, a prisão preventiva tem ainda o objetivo de evitar uma possível fuga de Henrique Alves para outro país. Como ele é titular de contas no exterior e realizou várias viagens internacionais nos últimos anos, teria a seu favor toda a logística necessária para ausentar-se do país e, assim, impedir a aplicação da lei penal.
Eduardo Cunha - Argumentos similares fundamentam a posição do MPF em relação ao pedido de revogação de prisão preventiva de Eduardo Cunha. O ex-deputado está ligado à prática de crimes em série contra a administração pública e de lavagem de dinheiro, sempre envolvendo vultuosas quantias, mediante a sua influência política e trânsito livre no âmbito de grandes empreiteiras. Dessa forma, sua liberdade implicaria um risco efetivo à ordem pública, sendo a prisão cautelar indispensável para impedir a continuidade de sua participação em esquemas fraudulentos e ocultação de bens.
Números dos processos:
Habeas corpus de Henrique Alves: 0805054-39.2017.4.05.0000
Habeas corpus de Eduardo Cunha: 0805144-47.2017.4.05.0000
Pareceres do MPF:
Habeas corpus de Henrique Alves
Habeas corpus de Eduardo Cunha
Assessoria de Comunicação Social
Procuradoria Regional da República da 5.ª Região
(81) 2121.9823 / 2121.9824
prr5-ascom@mpf.mp.br

Fonte: Assessoria de Comunicação Procuradoria da República no RN

HOMEM FOI PRESO ACUSADO DE AGREDIR E ROUBAR CELULAR DA EX COMPANHEIRA

 RN-Policia.
A companheira de Washington Joelson Sabino da Silva, 25, Residente na Rua Chiquinha Rodrigues, compareceu a DP, na tarde desta sexta (16), e acusou o mesmo na delegacia de roubar um celular e agredir a mesma com socos e um chave. Washington foi conduzido para a delegacia e flagranteado sob a acusação de roubo. Ele já responde há alguns processos, inclusive roubo de um veículo no pátio da delegacia e por Maria da Penha.

Fonte: J. Dantas

CRIANÇA DE DOIS ANOS MORRE APÓS SOFRER CHOQUE ELÉTRICO NO CENTRO DE JOÃO PESSOA

PB-Policia.
De acordo com relatos colhidos pela Polícia Militar, criança morreu após se acidentar com uma extensão utilizada para ligar um aparelho de TV
 Resultado de imagem para sirene de carro policial
Um menino de dois anos de idade morreu após sofrer um choque elétrico na casa em que morava, na Rua das Trincheiras, no Centro de João Pessoa, no início da noite desta sexta-feira (16).
A criança foi socorrida por uma viatura do Batalhão Ambiental da Polícia Militar, que passava pelas proximidades no momento do acidente e foi abordada pelo pai do garoto. Segundo o tenente Figueiredo, a vítima foi socorrida pelos policiais para o Hospital São Vicente de Paulo, mas já chegou morta à instituição de Saúde.

“O pai da criança disse à polícia que uma televisão da casa é ligada em uma extensão e, em um momento em que se dirigiu a outro cômodo da casa, deixou o menino só e, ao retornar, acabou o encontrando caído, segurando o fio da extensão”, contou o tenente.

Portal Correio



PREFEITURA ABRE SELEÇÃO COM 96 VAGAS E REMUNERAÇÕES DE R$ 3 MIL NA PARAÍBA

PB-Economia.

São ofertadas 96 vagas, sendo 48 para contratação e 48 para formação de cadastro de reserva
 Imagem relacionada
A Prefeitura de Cabedelo lançou edital para seleção de médicos. As inscrições começam nesta segunda-feira (19) e vão até o dia 30 deste mês. São ofertadas 96 vagas, sendo 48 para contratação e 48 para formação de cadastro de reserva. As remunerações ofertadas são de R$ 3 mil. Confira o edital.

As oportunidades são para profissionais das seguintes especialidades: Clínica Geral, Cardiologia, Dermatologia, Ginecologia-Obstetrícia, Neurologia, Neurologia Infantil, Oftalmologia, Pediatria, Pneumologia, Psiquiatria, Psiquiatria Infantil, Reumatologia e Ultrassonografia.

O processo terá validade de 12 meses, a partir da data da homologação do resultado final, podendo ser prorrogado por até igual período, a critério da administração municipal.


Halan Azevedo – Portal Correio

MULHER É ENCONTRADA MORTA COM TESOURA CRAVADA NO PESCOÇO NO APODI/RN

RN-Policia.
Fonte: Erivan Morais
Na manhã deste sábado, 17 de junho de 2017, uma mulher foi encontrada sem vida em sua residência, mais precisamente na Baixa do CAIC em Apodi, região Oeste do Rio Grande do Norte.

De início, falava-se em um suicídio, mas não se sabe ao certo, pois a mesma estava com uma tesoura cravada no pescoço e há possibilidade de ser um assassinato. A perícia do ITEP é que deve revelar e o caso deve ser investigado pela Polícia Civil de Apodi.

Algumas pessoas afirmaram que a mulher enfrentava problemas mentais.


MULHER É AGREDIDA PELO EX-COMPANHEIRO EM BARRA DE SANTA ROSA

PB-Policia.

Uma mulher foi brutalmente agredida na noite desta quinta-feira (15), na cidade de Barra de Santa Rosa, cidade localizada na região do Curimataú paraibano. De acordo com informações do site Rede Mais Notícias, o ex-companheiro teria pulado o muro da residência, se aproveitando da ausência da mulher, e se escondido no banheiro.

Ao chegar em casa, a ex-parceira foi agredida com socos e pontapés, ficando bastante ferida.

A PM foi acionada e prendeu o acusado. Os dois foram encaminhados para a delegacia de Polícia Civil da cidade de Cuité e ouvidos pelo delegado de plantão.

A vítima foi medicada e o autor preso em flagrante, sendo levado para a cadeia cuiteense, enquadrado na Lei Maria da Penha.

Rede Mais Notícias

MINISTÉRIO PÚBLICO REALIZA OPERAÇÃO NO RN CONTRA FACÇÃO PCC

RN-Policia.
Após quase dois anos de investigação, o Ministério Público do Rio Grande do Norte realizou operação contra integrantes da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC), com atuação em quase todo sistema penitenciário do RN de onde planejavam ações relacionadas a tráfico de drogas, roubo de veículos, estouros de caixas eletrônicos, homicídios, estruturação da facção, entre outros.
Denominada “Juízo Final”, o GAECO com apoio das Polícias Militar busca o cumprimento de 129 mandados de busca e apreensão, 21 mandados de prisão e 24 conduções coercitiva. As medidas estão sendo cumpridas em 18 cidades do estado, 13 estabelecimentos prisionais estaduais e um presídio federal.
A investigação mostrou que os alvos comandam o tráfico de drogas de dentro dos presídios apresentando uma área de atuação em praticamente todo o sistema carcerário potiguar e mantendo articulações com integrantes da investigada facção em outros estados do Brasil.
Cadernos apreendidos apontam a relação os integrantes da facção criminosa, data de batismo, função e número de telefones. Além disso, documentos com dados bancários foram apreendidos, o que colaborou para demonstrar a movimentação financeira do grupo.
A investigação conseguiu a fixação de multa a empresa proprietária do aplicativo whatsapp no valor de condenação de R$ 15 milhões pelo descumprimento reiterado de ordem judicial.
Os alvos da operação vão responder pelos crimes de organização criminosa, tráfico de drogas, lavagem de dinheiro, entre outros. O material apreendido no cumprimento de outros mandados será analisado junto com o que já estava em posse dos promotores que atuaram na operação.
Facção Criminosa PCC
O Primeiro Comando da Capital tem agido em quase todo o Brasil e também na América do Sul há mais de duas décadas comandando crimes dos mais variados. A facção se notabilizou por grandes ações criminosas como assaltos a bancos e carros-fortes além de rebeliões em presídios espalhados pelo Brasil, bem como por ataques a agentes de segurança pública. Em muitos casos, ações orquestradas dentro e fora da cadeia. Além do nome e da sigla, a facção é identificada pelo número 1533. Nos últimos anos, com o surgimento de outras facções nos estados e a disputa pelo domínio territorial do tráfico, o PCC começou a travar uma verdadeira guerra com os demais integrantes de facções inimigas nos mais variados presídios do Brasil. Após quase dois anos de investigação, foram apreendidos cadernos e papéis com nomes, apelidos, datas, identificações de “padrinhos” (pessoas da facção que apadrinham o novo integrante), a “quebrada de origem” (de onde vem aquele que busca entrar no PCC), “quebrada atual” (onde está atuando recentemente) e as “faculdades” (forma como identificam as unidades do sistema penitenciário).
Foram interceptadas conferências dos líderes da facção PCC nas quais os membros eram relacionados com nomes, alcunhas, matrícula e batismos. Nessas conferências, presos de praticamente todos os estados da federação se comunicavam.
Telefonia era “arma” da facção
Durante a análise dos áudios da operação, é mostrado que os principais investigados integram uma organização criminosa com divisões de tarefas bem definidas visando a prática de crimes, além de acirrarem a rixa contra a facção local - Sindicato do RN.
Resgate de presos, assaltos, roubo de veículos, tráfico e plano para matar rivais são alguns dos assuntos discutidos entre os investigados durante o período que tiveram suas ligações telefônicas monitoradas.
Em alguns dos áudios, é possível notar que alguns dos investigados estão comandando o tráfico de drogas de dentro dos presídios assim como na grande Natal e com atuação em Mossoró.
Cadernos do crime
Durante o período de investigação, foram apreendidos cadernos e papéis com informações dentro de algumas unidades prisionais do RN.
As anotações contêm nomes, apelidos, datas e números de telefones. Além disso, há identificação dos “padrinhos” (pessoas da facção que anuem á entrada do novo integrante), a “quebrada de origem” (de onde vem aquele que busca entrar no PCC), “quebrada atual” (onde está atuando recentemente) e as “faculdades” (forma como identificam as unidades do sistema penitenciário).
Os dados contidos nas anotações registram toda a atividade criminosa e o quantitativo de integrantes da organização a qual conta hoje com mais de 600 integrantes do Estado.
“Cunhadas” movimentam finanças
A operação também revelou um esquema “familiar” usado pelos investigados que estão reclusos. Mulheres conhecidas como “cunhadas” fornecem seus dados bancários para transações financeiras dos presos. Houve o afastamento do sigilo bancário de 184 contas relacionadas com a facção, as quais movimentaram, num período de dois anos, aproximadamente 6 milhões de reais.
Participam da operação 200 policiais militares, promotores de justiça, servidores do Gaeco e agentes penitenciários estaduais e federais.
Locais de cumprimento das medidas de prisão, buscas e apreensões e conduções coercitivas:
Natal, Parnamirim, Ceará Mirim, Macaíba, Baía Formosa, Mossoró, Itajá, Felipe Guerra, Baraúna, Caraúbas, Martins, Pau dos Ferros, São Francisco do Oeste, Tenente Laurentino Cruz.
Unidades Prisionais para cumprimento de prisões e buscas e apreensões:
Penitenciária Rogério Coutinho Madruga (Pav. 5), Alcacuz, Cadeia Pública de Natal, CDP Zona Norte, Complexo penal João Chaves, CDP Pirangi, PEP Parnamirim, CDP Parnamirim, Cadeia Pública de Mossoro, CPEAMN Mário Negócio, Cadeia Pública de Caraúbas, Presídio de Pau dos Ferros, CDP Patu, CDP Parelhas, CDP Jucurutu.
Presídio Federal de Porto Velho
Já estão sendo encaminhadas ao Poder Judiciário 26 denúncias contra os alvos da operação pelos crimes de tráfico de drogas e lavagem de dinheiro. Outras denúncias ainda serão oferecidas.

Fonte: G1 RN