99.5FM Currais Novos - RN

sábado, 2 de setembro de 2017

Em Picos; Luan Santana cai de plataforma durante show no interior do Piauí; veja vídeo.

PI-Eventos.

O cantor Luan Santana caiu de uma plataforma durante seu show que foi realizado na madrugada deste sábado (2) na cidade de Picos, 306 km ao sul de Teresina. O maquiador Júlio Bruno assistia ao show de cima do palco e registrou o momento da queda.

                        Foto: Julio Brunno/Arquivo Pessoal
Cantor caiu, saiu mancando e não conseguiu dar continuidade ao show

Pelas imagens é possível perceber que o cantor tentou descer segurando em um bastão, mas deu um passo em falso e caiu batendo as costas do chão. Segundo o maquiador, Luan Santana foi socorrido por sua equipe e retornou ao palco após o incidente, no entanto, não conseguiu dar continuidade ao show.

"Ele voltou mancando, cantou duas músicas, mas não aguentou e encerrou o show. O público foi muito solidário ao cantor", contou.

O G1 entrou em contato com a assessoria de imprensa do artista, mas até publicação da reportagem ninguém atendeu aos telefones disponilizados na página de Luan Santana. Ele também ainda não se pronunciou nas redes sociais sobre o episódio.




EM MOSSORÓ; Assaltantes trapalhão tomam carro levando os donos como reféns e provocam acidente.

RN-Policia.
Imagem
Hilux colidiu em outros três veículos que estavam parados no sinal: Imagens Fim da Linha
No final da tarde de hoje, 01 de setembro, dois criminosos armados, tomaram um carro no centro de Mossoró e estavam levando os proprietários como reféns. O casal foi rendido quando retornava para pegar o carro estacionado ao lado do Banco do Nordeste, no centro da cidade.
Dentro do carro, os bandidos começaram a brigar. Alisson Tiago de Medeiros Costa de 20 anos de idade, que estava dirigindo, abandonou o carro e quando tentava fugir a pé, acabou preso pela polícia militar, próximo a central de abastecimentos, “Cabal”, já no bairro Paredões.
O outro, liberou o casal, bateu o carro em outros três veículos que estavam parados no sinal, abandonou o veículo e conseguiu fugir. Segundo informações, ele teria pegou um moto taxista como refém para fugir em direção ao bairro Santo Antônio.
Álisson Tiago de Medeiros Costa, foi conduzido à Delegacia de Plantão onde ficou à disposição da Justiça.
Fonte: O Câmera

EM PARNAMIRIM; PRF cumpre mandado de prisão por crime de agressão doméstica.

RN-POLICIA.
Fonte: Jair Sampaio
Durante fiscalização de rotina, Policiais Rodoviários Federais prenderam no final da tarde desta sexta-feira (1), um homem de 31 anos, passageiro de um Celta, que seguia com destino ao interior do Estado.
A fiscalização aconteceu por volta das 17h20, no km 109 da BR 101, em Parnamirim. Depois da abordagem e consulta aos sistema de segurança, foi constatado que havia um mandado de prisão ativo para o passageiro. O mesmo teve prisão preventiva decretada em decorrência de violência doméstica.
Diante dos fatos, o acusado foi detido e encaminhado à Central de flagrantes de Natal, para cumprimento do mandado judicial.

SÃO BENTO DO NORTE; polícia civil deflagra operação chave de ouro

RN-Policia.


A
 Polícia Civil da cidade de São Bento do Norte em conjunto com a Polícia Militar deflagrou, nesta quinta-feira (31), a Operação Chave de Ouro que teve como objetivo principal a desarticulação do tráfico de drogas na região da 10º Delegacia Regional de Polícia (DRP) que abrange as cidades de São Bento do Norte, Caiçara do Norte e a cidade de Galinhos.

Fonte: PC/Assecom

Os policiais prenderam, em cumprimento a mandados de prisão, 12 pessoas com envolvimento no tráfico de drogas e com fortes indícios de participação como integrantes na facção criminosa Sindicato do RN.

Foram presos durante a Operação Marcleide Costa de Araújo, 29 anos, Alzenir Nascimento da Silva, 29 anos, Márcio da Silva Carvalho, vulgo "Marcinho", 33 anos, Rafael Conrado da Silva, vulgo "Finha", 25 anos, Luiz da Costa Lucas Júnior, vulgo "Divaldo" ou "Biju", 23 anos, Vinícius Pereira Vital, 21 anos, Aprígio Pedro de Farias, 30 anos, Luiz Ivanaldo da Cruz da Souza, vulgo "Lulinha" , 19 anos, Ronaldo Boa Marciel, vulgo "Galego", 42 anos, Fernando Rodrigues Tavares, 22 anos, João Maria Soares Sobrinho, vulgo "Bahia", e John Lenon da Silva Souza. Os policiais também apreenderam a quantidade de aproximadamente 300 pedras de crack e porções de maconha.

O delegado de São Bento do Norte, Jaime Groff, informa que a Polícia Civil está realizando trabalhando de combate ao tráfico de drogas na região e da desarticulação de facções criminosas desde o ano de 2016, o que tem resultado na redução significativa do índice de homicídios. Todos os presos foram encaminhados ao Sistema Prisional onde ficarão à disposição da Justiça.



EM JOÃO PESSOA; 60 pessoas são levadas para depor em operação sobre ‘jogos de azar’ na Paraíba

PB-POLICIA.
JP Online

N
a tarde desta sexta-feira (1º), cerca de 60 pessoas foram levadas para a Central de Polícia em João Pessoa, devido ao resultado da operação ‘Lótus’. As investigações sobre jogos de azar resultaram no cumprimento de quatro mandados de busca em Tambaú, no Ernani Sátiro e no Centro da capital, em “casas de exploração de jogo de azar”. A investigação da Delegacia de Defraudações e Falsificações (DDF) durou três meses, de acordo com o delegado Lucas Sá.

“Viemos na sexta-feira à tarde porque fomos informados que é o momento de maior movimentação na casa. Por volta de 40 a 50 apostadores e 15 funcionários desta ‘casa de azar’ no Centro estão sendo levados para depor e, na medida que prestarem depoimento, vão sendo liberados”, disse Lucas Sá. Foi necessário um ônibus da Polícia Civil para levar as pessoas à central.

O delegado informou que entre os apostadores há funcionários públicos que chegam a comprometer até 80% da sua renda mensal nos jogos. Equipamentos eletrônicos e documentos da contabilidade da “casa de azar” do Centro foram apreendidos e vão passar por processo de análise.

Os envolvidos na exploração de jogos de azar vão responder por lavagem de dinheiro, associação criminosa, além da contravenção penal de estabelecer ou explorar jogo de azar. De acordo com Lucas Sá, o nome “Lótus” – que titula a operação – é usado como gíria pelas pessoas do meio, se referindo aos jogos de azar.



EM SÃO JOÃO DO CARIRI; Motorista morre após ser baleado ao reagir e atropelar assaltantes na PB.

PB-POLICIA.

Um dos assaltantes, mesmo atingido pelo veículo, conseguiu atirar e matar um entregador de uma padaria

U
m motorista de 38 anos morreu após ser baleado ao reagir a uma tentativa de assalto na noite de quinta-feira (31) na zona rural do município de São João do Cariri, na Borborema da Paraíba. Segundo informações da Polícia Militar, o homem tentou atropelar um casal de assaltantes que havia feito uma abordagem em uma motocicleta, mas acabou sendo atingido por um tiro.

                                Foto: Reprodução/TV Paraíba 
Motorista é baleado e morre após atropelar assaltantes, diz polícia
De acordo com a PM, o motorista estava fazendo entregas para uma padaria em um pequeno caminhão-baú com um ajudante quando o casal, em uma moto, parou em frente ao veículo e anunciou o assalto.

A vítima reagiu ao assalto, acelerou o veículo e atropelou os assaltantes, mas mesmo caindo, o homem que conduzia a moto conseguiu atirar e atingir o motorista do caminhão, que morreu no local. O ajudante da vítima não se feriu.

O casal fugiu após o disparo e pediu ajuda a moradores próximos para cuidar dos ferimentos causados pelo atropelamento. Policiais Militares estiveram no local e encaminharam a dupla para o Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande, onde estão internados sob custódia.

G1 PB

EM PORTO ALEGRE; professora é espancada e morta enquanto dava aula de catequese em igreja

PB-POLICA.

 

A
 professora, Elaine Maria Tretto, de 51 anos, foi morta por enforcamento na noite desta quinta-feira (31), quando dava aula de catequese em uma igreja, em Estância Velha, na Região Metropolitana de Porto Alegre, segundo informou a Brigada Militar. Nada foi roubado.

A professora estava no salão paroquial quando foi surpreendida por volta das 20h por um homem usando capacete, roupas pretas e coturnos. Segundo o delegado Luiz Fernando Nunes da Silva, responsável pela investigação, três alunas e uma menina de 10 anos - filha de uma das mulheres - estavam no local e foram amordaçadas e algemadas.

Em seguida, a professora foi arrastada para outra sala. Testemunhas contaram que no local havia muito sangue, um indício de que Elaine teria sido espancada. Logo depois, ela teria sido enforcada no marco da porta de um banheiro.
 


MACAÍBA; Mais informações sobre quadrilha desmantelada pela DEICOR.

PB-POLICIA.

Fonte.PC/ASSECOM
Uma Operação da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (Deicor) foi deflagrada, nesta sexta-feira (01), no residencial Parque dos Flamboyants, bairro Bela Vista, localizado na cidade de Macaíba. A Operação é o resultado das investigações da Deicor e teve como objetivo desmantelar uma quadrilha organizada de roubos à bancos liderada por Davi Torres de Souza, vulgo “Bradock”, que também comandava o tráfico de drogas na Baixa da Coruja. A quadrilha é uma das três células que atuam no estado realizando crimes.
Durante as ações policiais no local houve confronto com os integrantes da quadrilha e quatro deles vieram a óbito. Eram eles: Francisco Moraes Neto, Edivan Dutra da Silva, “Bradock” e uma mulher que ainda não foi identificada. Uma adolescente de 15 foi apreendida no local e entregue aos pais na Divisão Especializada.
Entre o material apreendido pelos policiais na Operação estavam 01 fuzil, 01 pistola calibre 9mm, 01 revólver calibre 38, 01 pistola calibre .40, 05 carregadores de pistola calibre .40, 03 carregadores de pistola calibre 9mm, 88 munições de calibre 9mm.,58 munições de calibre .40, 27 munições de calibre .44, 02 cartuchos de calibre 12, 61 munições de calibre 7.62mm, 07 estojos de munição calibre 9mm, 05 estojos de munição calibre .40, 01 Balaclava, 01 máscara antioxidante, uma quantia em dinheiro de R$101,01 (cento e um reais), 01 veículo tipo camioneta SW4, Hilux, de cor branca, 01 veículo tipo Fiat/Uno, de cor branca e 01 colete balístico. O veículo SW4 apreendido foi tomado de assalto no dia 17 de agosto no bairro Parque das Nações, próximo à COPHAB.
Também foram apreendidos de material utilizado para as explosões 07 Emulsões encartuchadas de tamanho grande, 07 Emulsões encartuchadas com estopins e cordéis detonantes , 01 Emulsão encartuchada de tamanho pequeno, 01 saco de explosivo granulado (ANFO), 13 espoletins, 04 Rolos de cordel detonante, na cor verde e 02 Rolos de cordel detonante, na cor branca.
A Polícia Militar apreendeu, no dia 04 de maio, na Baixa da Coruja materiais utilizados pela quadrilha nos roubos aos bancos. Foram apreendidas duas espingardas calibre 12, uma pistola 9 mm, quatro coletes a prova de balas, munições, roupas camufladas, fios usados para detonar explosivos e grampos que são espalhados para impedir a perseguição pelas viaturas policiais.
As investigações da Deicor apontam a participação da quadrilha em pelo menos quatro ocorrências de roubo à bancos no interior do estado. As investigações continuam para desmantelar as outras duas células restantes no esquema criminoso.
Ocorrência na cidade de Tenente Laurentino
Na madrugada do dia 29 de março, a cidade de Tenente Laurentino Cruz foi o alvo da quadrilha. Eles invadiram e destruíram um terminal do Banco Bradesco.
Ocorrência na cidade de Jaçanã
A quadrilha realizou, no dia 25 de abril deste ano, um roubo à banco na cidade de Jaçanã, localizada no Agreste Potiguar. O grupo composto de pelo menos 10 homens encapuzados e armados, explodiram um terminal bancário de uma agência do banco Bradesco. Após o roubo, os integrantes da quadrilha empreenderam fuga e espalharam grampos pelas estradas além de disparar várias vezes para o alto contra os prédios da localidade.
Ocorrência na cidade de Poço Branco
A quadrilha explodiu na madrugada do dia 1º de junho um caixa eletrônico do banco Bradesco. Após empreenderem fuga, os integrantes da quadrilha atearam fogo na cidade de Bento Fernandes em um dos veículos utilizados.
Ocorrência na cidade de São Pedro
Uma agência do Banco do Bradesco foi explodida na cidade de São Pedro, na madrugada desta quinta-feira (31). A agência dos Correios também foi atacada pela quadrilha. Na fuga os bandidos atiraram contra a Câmara Municipal e também contra o destacamento da polícia.



BRASIL; Dançarina de Anitta, Thais Carla posa para ensaio: ‘Diziam para eu fazer outra coisa’




BR-Geral.

Desde que foi convidada para estar no palco com Anitta, a dançarina Thais Carla prova que muita gente estava enganada.

Thais Carla fala de
preconceito e superação
"A vida toda diziam para eu fazer outra coisa, que era ridículo uma dançarina gorda. Mas eu não estou 'vendendo' gordura ao dançar, eu mostro para todos a minha elevada autoestima, o meu amor próprio. E ser gorda não significa não se cuidar, eu trato dos meus cabelos, da minha pele, adoro fazer crossfit, estou sempre em movimento. Estou feliz por ter seguido com o meu sonho", diz ela, que posou para a "Nova Eva Magazine", revista do segmento plus size.

Thais CArla posa para "Nova Era Magazine"
(Foto: Israel Reis/Divulgação)

As fotos do ensaio são do marido, o fotógrafo Israel Reis, com quem está há quase três anos. "Deu certo, um amor muito louco. A gente se viu e percebeu que tinha muito em comum", diz ela, que ainda sente olhares maldosos em direção ao casal: "Ainda ouvimos coisas desagradáveis quando estamos juntos na rua, como: 'Tá com ela por interesse. Ela deve ter dinheiro'".
Thais Carla no palco com Anitta
(Foto: Reprodução/Instagram)

Thais Carla aproveita para elogiar Anitta: "Está sendo ótimo. Ela é muito gente boa e está abrindo portas. Inclusão social é muito importante".

Fonte. EXTRA


PARNAMIRIM; Suspeitos de ataque a bancos mortos em confronto com a polícia são identificados

RN-Policia.

A
 Polícia Civil identificou três suspeitos mortos durante tiroteio com agentes da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (Deicor) na manhã desta sexta-feira (1º), em Parnamirim, na Grande Natal. Uma mulher que também morreu no confronto ainda não foi identificada.
G1/RN
Foi identificado Davi Torres de Souza, conhecido como Braddock, que fugiu da Penitenciária Estadual de Parnamirim em dezembro de 2016, junto com outros 18 apenados. Ele é apontado como líder do grupo.
Os outros são Edivan Dutra da Silva e Francisco Moraes Neto, que fugiu do Presídio Provisório Raimundo Nonato Fernandes em abril.
De acordo com os investigadores, o grupo fazia parte de uma quadrilha responsável por ataques a agências bancárias no Rio Grande do Norte. A troca de tiros aconteceu por volta das 5h no Residencial Parque dos Flamboyants, no bairro Bela Vista.
Os agentes investigavam uma quadrilha suspeita de ter realizado um ataque madrugada desta quinta-feira (31) em São Pedro. Outras atuações do grupo seriam no ataque às agências do Bradesco no município de Jaçanã, no dia 25 de abril, e Tenente Laurentino em março.
Segundo a polícia, os agentes foram recebidos a tiros ao chegarem no imóvel. Houve mais de 100 disparos ao longo de vários minutos. Os suspeitos ainda foram encaminhados para o Hospital Deoclécio Marques, mas já chegaram à unidade sem vida. Os corpos foram recolhidos pelo Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep).

No imóvel, foram apreendidas armas e materiais usados em explosões de caixas eletrônicos.

EM JUNCO DO SERIDÓ; um Bebê é achado dentro de esgoto e mãe confessa abandono.

Por Chagas Silva, DRT 1845/RN.
PB-POLICIA.

Mãe escondia gravidez e alegou abandonar recém-nascido porque não tinha condições de criar, segundo a polícia na PB.
Fotos extraída do Portal do Litoral.

N
a manhã desta sexta-feira, dia 1º de setembro, por volta das 11hs, um morador de um bairro afastado da cidade de Junco, que fica localizado na região seridoense paraibana, ao se aproximar do local onde passa um esgoto, ouviu o choro de uma criança, ao se aproximar percebeu que havia um bebê com duas pedras sobre seu corpinho indefesso, a criança estava de bruços dentro do esgoto. Imediatamente a Polícia Militar e uma equipe médica foram acionadas para socorrer o recém-nascido.

Segundo informações familiares, a mãe da criança, é uma jovem que atende pelo nome de Claudiana Oliveira, que se encontrava desaparecido há três dias, retorndo ao lar foi interrogada por familiares sobre seu sumiço, a mesma desconversou sobre o assunto. A família suspeita que o desaparecimento de Claudiana tenha sido para esconder a gravidez dos seus pais.

A mãe da criança foi presa em flagrante e levada para a delegacia de Polícia Civil para esclarecimentos sobre o crime de abandono de incapaz. Em seguida ela foi encaminhada para o Presídio Feminino no municipio de Patos. Esse já é o terceiro filho da mulher. Ela alegou abandonar recém-nascido porque não tinha condições de criar, segundo a polícia.

A irmã de Claudiana contou que na última quinta feira foi procurada por uma pessoa que afirmava ter visto Claudiana e, que, quando foi chamar a mesma não se encontrava mais no local. Segundo informações ela estava com dois lençóis, um nos braços e outro envolvendo o corpo.

O bebê foi levado para o Hospital Otília Balduino, em Junco do Seridó, e n~so corre risco de morte.

sexta-feira, 1 de setembro de 2017

BRASIL; Donos da JBS entregam à PGR novos anexos para o acordo de delação

BR-Politica.

O
s irmãos Joesley e Wesley Batista, donos da JBS, entregaram nesta quinta-feira (31) à Procuradoria Geral da República (PGR) novos anexos como complemento para o acordo de delação premiada.
Wesley Batista e Joesley Batista (Foto: Guilherme Zauith;  Marcelo Min)
Wesley Batista e Joesley Batista (FOTO: Guilherme Zauith; Marcelo min) Foto Epopca.
Fontes ouvidas pelo Jornal Nacional disseram que há documentos, relatórios e áudios de novas gravações de conversas entre Joesley e interlocutores, incluindo políticos.
As delações dos executivos da JBS causaram a maior crise política do governo do presidente Michel Temer, a ponto de o peemedebista convocar a imprensa para frequentes pronunciamentos no Palácio do Planalto.
Com base nos depoimentos, Temer foi denunciado ao Supremo Tribunal Federal pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pelo crime de corrupção passiva. Mas o STF só poderia analisar a acusação se a Câmara autorizasse. A maioria dos deputados rejeitou o prosseguimento do processo.
A expectativa no mundo político é que Janot oferecerá uma nova denúncia contra Temer, por outros crimes.
Também com base nas delações, o ministro do STF Luiz Edson Fachin afastou o senador Aécio Neves (PSDB-MG) do mandato parlamentar. Mas outro ministro da Corte, Marco Aurélio Mello, derrubou o afastamento e negou o pedido de prisão de Aécio.
O que diz o MP
Segundo a PGR, Temer e Aécio agiram em conjunto para impedir o avanço das investigações da Operação Lava Jato.
O Ministério Público também afirma que o presidente deu “anuência” ao pagamento de propina, pela JBS, ao deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), preso em Curitiba (PR), para que ele não feche acordo de delação premiada.
Desde que as delações da JBS se tornaram públicas, Temer e Aécio negaram todas as acusações apresentadas pelos executivos da empresa.

 

IGARACY; Operação prende suspeitos de tráfico de drogas na Paraíba.

PB-Policia.
Cinco pessoas foram presas e com elas foram encontrados drogas, armas e munições
Operação prende suspeitos de tráfico de drogas, em Igaracy, Sertão da PB.

Cinco pessoas foram presas suspeitas de cometer o crime de tráfico de drogas durante uma operação que começou as 3h desta sexta-feira (1º) em Igaracy, no Sertão da Paraíba. Com os suspeitos foram encontrados drogas, armas e munições.
A operação está sendo realizada pelas Polícias Civil e Militar da cidade de Itaporanga, também no Sertão e que responde pela área de Igaracy. Os suspeitos presos até o momento, são apontados como autores de homicídios e assaltos na região, além de comandar pontos de tráfico de drogas.
Novos mandados de prisão devem ser cumpridos até o fim da manhã desta sexta-feira. Os suspeitos e os materiais apreendidos durante a operação estão sendo encaminhados para a delegacia da Polícia Civil de Itaporanga.
 G1 PB

EM NATAL; Ex-desembargador preso no RN foi procurado para atuar na defesa de Henrique Alves, diz decisão

RN-Policia.

Após confronto e morte de suspeito, PM deflagra operação e faz prisões na Grande Natal.
 Francisco Barros, desembargador aposentado, foi preso em Natal nesta quarta-feira (31) (Foto: Reprodução/Jornal Hoje)
Ex-desembargador preso no RN foi procurado para atuar na defesa de Henrique Alves, diz decisão.
Francisco Barros, desembargador aposentado, foi preso em Natal nesta quarta-feira (31) (Foto: Reprodução/Jornal Hoje).
Francisco Barros, desembargador aposentado, foi preso em Natal nesta quarta-feira (31) (Foto: Reprodução/Jornal Hoje).
O desembargador aposentado Francisco Barros Dias, preso nesta quarta-feira (30) em Natal durante a operação Alcmena, foi procurado em junho passado pela defesa de Henrique Eduardo Alves para atuar em favor do ex-ministro no processo da operação Mano - um desdobramento da Lava Jato. A informação está na decisão do juiz federal Mário Jambo, que autorizou os pedidos de prisão preventiva do Ex-desembargador, bem como os de condução coercitiva e busca e apreensão solicitados pelo Ministério Público Federal e pela Polícia Federal, para a deflagração da operação Alcmena.
A Operação Alcmena busca desarticular um grupo que explorava a compra e venda de votos e sentenças junto a uma turma do Tribunal Regional Eleitoral da 5ª região. Segundo a PF, o grupo agiu, inclusive, em processos relacionados à operação Lava Jato. Em nota, a defesa de Francisco Barros "nega veementemente a participação do advogado Francisco Barros Dias em qualquer conduta desonrosa e ressalta ainda que confia na Justiça e na verdade dos fatos".
De acordo com a decisão de Mário Jambo, um diálogo interceptado de uma ligação entre Barros Dias e o advogado de Henrique Alves em Brasília, Marcelo Leal, evidencia o crime cometido pelo Ex-desembargador, apontando sua contratação para atuar na defesa do ex-ministro no Rio Grande do Norte.
Na decisão, Jambo afirma que “confirmou-se que de fato Francisco Barros Dias vem prestando serviços advocatícios ilícitos, com base na exploração de prestígio, perante o Tribunal Regional Federal da 5ª Região, em desrespeito à quarentena constitucional, de forma reiterada e ininterrupta”. Barros se aposentou em 2015 e, de acordo com a lei, teria que ficar três anos sem advogar.
O ex-deputado federal e ex-ministro Henrique Alves foram presos no dia 6 de junho durante a Operação Mana, um desdobramento da operação Lava Jato que investiga corrupção ativa e passiva e lavagem de dinheiro na construção da Arena das Dunas, em Natal.
Em nota, o advogado Marcelo Leal, que atua na defesa de Henrique Alves na operação Manos, informou que Francisco Barros não chegou a ser contratado para defender o ex-ministro. Ele esclareceu que a família de Henrique procurou Barros para que ele atuasse localmente, no RN, em conjunto com Marcelo Leal na defesa do ex-ministro na operação Manos. Segundo ele, por ética profissional, Barros pediu que Leal fosse ouvido e expressasse sua concordância sobre a contratação o que aconteceu na ligação telefônica transcrita na decisão do juiz Mario Jambo. No entanto, as tratativas com a família não evoluíram.
De acordo com as investigações da PF e do MPF, Francisco Barros Dias continuou agindo na compra e venda de decisões mesmo após se aposentar. Ele passou a atuar como advogado antes da conclusão do prazo de três anos - conhecido como quarentena - exigido aos magistrados que voltam a advogar depois de deixar a toga.
Segundo os investigadores, o desembargador oferecia vantagens a possíveis clientes, como o conhecimento que tinha no TRF. Os procuradores não sabem informar quantas pessoas teriam se beneficiado do esquema.
Francisco Barros Dias participou na noite desta quarta (30) de uma audiência de custódia, na qual teve a prisão mantida. Em seguida ele foi encaminhado ao Quartel do Comando-Geral da Polícia Militar, onde permanece preso.
Alcmena
A Operação Alcmena é uma ação realizada em conjunto pela Polícia Federal e pelo Ministério Público Federal, que visa a desarticular um grupo que explorava a compra e venda de votos e sentenças junto a uma turma do Tribunal Regional Eleitoral da 5ª região. Segundo a PF, o grupo agiu, inclusive, em processos relacionados à operação Lava Jato. Advogados e um desembargador aposentado são alvo da operação.
Segundo os investigadores, a organização teria atuado perante a Justiça em casos de operações policiais, apelações criminais, ações rescisórias e revisão criminal. Os principais clientes eram políticos.
Oito mandados de condução coercitiva - quando a pessoa é levada para depor - e 13 mandados de busca e apreensão também foram cumpridos em Natal, Mossoró e Recife.
 Fonte: G1 RN

RIO G. do NORTE; após matar bandido em troca de tiros, PM deflagra operação e faz prisões na grande Natal.

RN-Policia.

A Polícia Militar do Rio Grande do Norte deflagrou nesta quinta-feira (31) uma ação de combate à criminalidade batizada de 'Operação Saturação', que ocorreu em várias cidades da Grande Natal.
G1/RN
Além da capital, a busca por criminosos também aconteceu em Macaíba, São Gonçalo do Amarante, Parnamirim e Extremoz. Na ação, 21 pessoas foram presas e sete adolescentes apreendidos. Algumas, foragidas da Justiça.

Segundo a assessoria de comunicação da PM, um dos homens detidos foi preso ainda na noite da quarta (30). Foi em meio a uma troca de tiros no bairro Planalto, na Zona Oeste de Natal. Durante o confronto, um dos bandidos morreu.

Ainda de acordo com a Polícia Militar, a operação desta quinta foi desencadeada com o propósito de combater o conflito entre facções criminosas rivais, além de dar uma resposta ao tráfico de drogas na região.

Em Natal, a maioria das prisões aconteceu na chamada Favela do Mosquito, que fica no bairro das Quintas. Armas também foram apreendidas.

RIO G. do NORTE; Ainda há Juizes em Natal?




RN-Politica.
Autor: Salomão Gurgel Pinheiro

(Mas o moleiro de Sans-souci era mais afirmativo: Ainda há juízes em Berlim!)

Resultado de imagem para foto Dr. Salomão Gurgel Pinheiro
DR.Salomão Gurgel Pinheiro
Confesso que não tenho a mesma convicção do moleiro de Sans Souci, que desafiou Frederico II, rei da Prússia, confiando, unicamente, nos “juízes de Berlim”, que, então, faziam prevalecer a Lei, mesmo diante das investidas dos poderosos.
Acho que a maioria de vocês já leu o poema  de François Andrieux, onde se narra a história em que aquele soberano decide construir para si e seus amigos um local de lazer e prazeres finos.
No terreno, onde se construiria a área de lazer do rei, havia um moinho, pertencente ao chamado moleiro de Sans-souci (“sem preocupação”). Este vivia uma vida humilde, produzindo, no moinho, a farinha, cuja venda garantia a sua sobrevivência e de sua família, uma tradição que já vinha de pai para filho.
Irritado com a negativa do moleiro em lhe vender o terreno, o Rei ameaçou: “Você bem sabe que, mesmo que não me venda a terra, eu, como rei, poderia tomá-la sem nada lhe pagar”. O moleiro, então retrucou com a famosa frase: “O senhor? Tomar-me o moinho? Só se não houvesse juízes em Berlim!”
Pois, bem! Esta confiança na Supremacia da Lei, que animava os mais humildes diante da soberba dos poderosos, fazia com que os cidadãos do andar debaixo resistissem às pretensões injustas e confiassem que a Justiça seria feita, mesmo contra os poderosos.
É claro que as coisas, os costumes, os valores, a natureza dos seres humanos... mudaram! Aquele sonho da Justiça, acima do Humilde e do Poderoso para fazer valer o princípio pétreo de que todos deveríamos nos curvar diante das Leis, já não se sonha mais. Antes, era uma luta de todos por Liberdade, Igualdade e Fraternidade! Saíamos dos regimes déspotas e opressores. A Justiça se firmava ao lado dos oprimidos e dos que derramavam seu sangue em nome da Liberdade. Pelo menos os que eram iluminados pelo resplendor do Humanismo!
Hoje, na fase bárbara e cruel do capitalismo neoliberal, a Justiça se transforma, infernalmente, nesse instrumento perverso de aplicação selvagem das Leis, criadas por esses poderosos usurpadores das riquezas sociais e, rapidamente, todo esse arcabouço jurídico, que deveria proteger os despossuídos de direitos, se transforma numa verdadeira ditadura, onde a razão não é sentida, nem a lógica é levada em consideração.
Em 2010, prefeito eleito de Janduis, pequena e pobre cidade do interior do Rio Grande do Norte, vivenciando uma seca de 3 anos, com salários de funcionários atrasados, sem dispor de 50 mil reais para fazer um Concurso Público, cortando salário do prefeito, do vice e dos secretários, contratei, através de Lei Municipal, aprovada pela Câmara Municipal, médicos, enfermeiros, professores e outros técnicos para suprirem os serviços públicos municipais... Não poderia agir de outra maneira. Assumi o compromisso de fazer o Concurso Público, assim que a Prefeitura tivesse os 50 mil. E assim o fiz.
Mas veio o senhor promotor, que me denunciou por  descumprir a Lei. Como em Janduís tinha uma comarca, pensei: “Em Janduis, ainda existe Juiz! Mas este, também, me considerou culpado e empurrou o processo pra Natal. Porém, não perdi a fé na Justiça e me tranquilizei, refletindo, pensando no moleiro de Sans-souci: “Com certeza, ainda há Juizes em Natal! Eles compreenderão que contratei médicos e professores, emergencialmente, para salvar vidas e ensinar as nossas crianças e adolescentes! Ainda mais, eu fiz o Concurso, assim que a Prefeitura pode...”
Fui a Natal, no dia do julgamento. Uma desembargadora. Dois desembargadores. Dois advogados para tentar reverter um quadro que já tinha um veredicto firmado: “Não tem perdão pra quem contrata sem Concurso!” Que crime, hein? E um réu, eu, que estava alí, também, para julgar “quem ia me julgar”, numa lembrança do diplomata e dramaturgo russo Alexander Griboyedov, nascido em 1795, em sua peça histórica e satírica da sociedade russa de então: ‘Gore ot uma”.
Sem muita discussão e consideração, sem senso de razão e de lógica, sem tentar compreender como pessoas honestas e abnegadas conseguem guiar seu povo por anos a fio, com poucos recursos, sacrificando-se a si e as suas famílias, alimentando famintos, matando a sede, dando casa, protegendo, fomentando emprego e renda, mantendo os serviços públicos essenciais, a voz estridente e acusatória, que penetra a sua alma, estupra a sua consciência, o acusa de cometer crimes contra a legalidade, tira os seus direitos de cidadão (votar e ser votado), de contratar com o poder público e pagar uma multa absurda de 10 vezes maior que o salário recebido na época. Me veio à mente os anos de chumbo da ditadura militar que eu e toda a minha geração combatemos, derramando nosso sangue, gemendo nos calabouços das torturas e da morte.
Sai do Tribunal, não derrubado, nem vencido! Mas com uma pura certeza: “Sim, em Natal ainda há Juízes! Mas eles  estão do outro lado da barricada: do lado dos que pretendem manter esta sociedade injusta, desigual, intolerante e desumana, submissos a Leis, que já não proporcionam os direitos das maiorias despossuídas, nem protegem os que não têm posses, nem riquezas!

Podem até tirar nossos direitos de votar e ser votado, podem até tirar as poucas economias que temos, podem até tentar tirar o direito que temos a uma velhice sossegada, mas não tirarão, jamais, a nossa capacidade de nos indignarmos contra os que nos ofendem e condenam, pois uma coisa é certa: existe uma Outra Verdade que nos liberta e nos faz lutar, existe uma Outra História que limpará os nossos nomes, existe uma Outra Justiça da qual nos orgulharemos!

MACAÍBA; Após confronto e morte de suspeito, PM deflagra operação e faz prisões na Grande Natal



 RN-Policia.

A
 Polícia Militar do Rio Grande do Norte deflagrou nesta quinta-feira (31) uma ação de combate à criminalidade batizada de 'Operação Saturação', que ocorre em várias cidades da Grande Natal. 

G1/RN

Além da capital, a busca por criminosos também acontece em Macaíba, São Gonçalo do Amarante, Parnamirim e Extremoz. Na ação, 21 pessoas foram presas e sete adolescentes apreendidos. Algumas, foragidas da Justiça.

Segundo a assessoria de comunicação da PM, um dos homens detidos foi preso ainda na noite da quarta (30). Foi em meio a uma troca de tiros no bairro Planalto, na Zona Oeste de Natal. Durante o confronto, um dos bandidos morreu.

Ainda de acordo com a Polícia Militar, a operação desta quinta foi desencadeada com o propósito de combater o conflito entre facções criminosas rivais, além de dar uma resposta ao tráfico de drogas na região.

Em Natal, a maioria das prisões aconteceu na chamada Favela do Mosquito, que fica no bairro das Quintas. Armas também foram apreendidas.

SÃO PAULO; Juristas criticam lei que deixa impunes agressores sexuais

SP-Policia.
            Fonte. Jornal da Record TV
Um caso chocante de violência contra a mulher, dentro do transporte público de São Paulo, causou revolta e indignação na população. Principalmente depois que a sentença do juiz foi divulgada.
O magistrado, que liberou o acusado poucas horas, o caso, foi tratado como contravenção penal, o que chamou a atenção de juristas.