99.5FM Currais Novos - RN

sábado, 4 de novembro de 2017

EM Mossoró; A polícia registra o 200º homicídio de 2017

RN-Policia
Por Passando na hora
O COPOM registrou a morte violenta de número 200 em Mossoró no Rio Grande do Norte na tarde deste sábado,04, na rua Vivaldo Dantas de Farias no Bairro Santo Antônio.
De acordo com as informações dois elementos em uma moto roubada praticaram um assalto em um posto de combustíveis no bairro.
Durante a figa efetuaram disparos contra a vítima identificada como Antônio Carlos Mendes de Souza 21 anos de idade, que vinha em companhia de sua namorada que teve morte no local.
Ainda segundo informações repassadas pela mãe da vítima o mesmo tem problemas de distúrbios mentais, e teria saído de casa para sacar seu benefício do INSS por esse motivo a polícia não descarta que após o assalto ao Posto de Combustíveis os elementos tenham tentado assaltar a vítima e uma possível reação do mesmo.
Quando chegaram na Avenida Leste Oeste, os elementos em uma moto com as mesmas características do veículo utilizado no crime, com queixa de roubo e placa adulterada bateram em um carro, empreenderam fuga a pé pela rua Anatália de Melo Alves no Bairro Paredões.

ATENÇÃO; Adolescente desaparecida em Natal pode está no Seridó, família pede ajuda

RN-Geral
Por Jair Sampaio

De acordo com o delegado Dr. Igor, da Plantão de Caicó, a adolescente de doze anos, Iasmim Kawany da Silva Rodrigues, desaparecida em Natal pode está em Jucurutu. Família pede ajuda à população por informações. Denúncias podem ser feitas com sigilo absoluto pelo telefone 190 e 3421-6029.

RÚSSIA; aumenta restrições à carne importada do Brasil

Internacional-Economia.

País suspendeu temporariamente importações de 1 frigorífico e exigirá controle sanitário mais rígido de outras 5 empresas brasileiras; Rússia é 4º mercado da carne brasileira.
Rússa é quarto maior mercado da carne brasileira (Foto: Reprodução/TV Fronteira)
Por G1-Rússa é quarto maior mercado da carne brasileira (Foto: Reprodução/TV Fronteira)

A Rússia aumentou as restrições para a carne brasileira nos últimos dias de outubro. A autoridade sanitária do país proibiu temporariamente a importação de um frigorífico brasileiro e impôs controles sanitários mais rígidos a outros cinco.
Em 2016, a Rússia foi o quarto maior mercado para a carne brasileira, atrás apenas da China, Hong Kong e Arábia Saudita. O país importou cerca de US$ 1 bilhão do Brasil em 2016, cerca de 7,5% do total.
Por meio de nota, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento afirma que não foi notificado sobre a decisão da Rússia.
Rússa é quarto maior mercado da carne brasileira (Foto: Reprodução/TV Fronteira) Rússa é quarto maior mercado da carne brasileira (Foto: Reprodução/TV Fronteira)
Rússa é quarto maior mercado da carne brasileira (Foto: Reprodução/TV Fronteira)
De acordo com o Serviço Federal de Vigilância Sanitária e Veterinária na Rússia, os controles sanitários serão ampliados para cinco empresas brasileiras. O motivo é que foram encontradas substâncias fora dos padrões sanitários russos. Veja quais são os frigoríficos:
JBS
Aurora
Frigoestrela
Frigol
Frigon - Irmãos Gonçalves
A Rússia também suspendeu temporariamente as importações de carne do frigorífico Mata Boi e fará inspeções adicionais nos produtos já embarcados.
O frigorífico Frigon informou não ter sido comunicado oficialmente da decisão e "que continua exportando normalmente para a Rússia". Disse ainda cumprir "rigorosamente com todas as normas estabelecidas pelo Ministério da Agricultura".
Em nota, a Frigoestrela afirmou que ainda não foi informada oficialmente sobre nenhuma restrição e que segue todos os procedimentos e controles de produção exigidos pela Rússia, incluindo análises realizadas por laboratórios credenciados.
O G1 entrou em contato ainda com os frigoríficos JBS e aguarda posicionamento. O G1 não conseguiu contato com os frigoríficos Frigol, Aurora e Mata Boi.
Carne Fraca
Desde a Operação Carne Fraca, deflagrada pela Polícia Federal em março deste ano, diversos países adotaram medidas restritivas à carne brasileira.
Após o escândalo, a União Europeia trouxe uma equipe de auditoria ao Brasil para inspecionar a carne brasileira. No relatório da missão, a UE apontou que encontrou mais de 100 focos de contaminação na carne brasileira, 77 deles devido à presença de salmonela em aves.
A UE ameaçou tomar medidas mais rígidas contra o Brasil se o país não tomasse medidas convincentes.
Em junho, os EUA suspenderam a importação de carne bovina in natura do Brasil por problemas de qualidade. Na ocasião, os produtores disseram que o gado sofreu uma reação à vacina de febre aftosa,


NO TOCANTINS; Cadela adota gatos recém-nascidos

TO-CIDADES.
Gatos foram jogados por cima do muro de uma escola
Segundo a dona, a cadela Lupita nunca gostou de gatos

Desde a última segunda-feira, 30, uma cadela quase não sai de sua "caminha", tal o desvelo com que cuida de seus pequenos filhotes. Tudo normal, não fosse a "mãe" Lupita, da raça pinscher, e os "filhos", dois gatinhos resgatados de uma enxurrada. A lição de amor entre não iguais vem de Axixá do Tocantins, cidade localizada na região norte do Estado. A dona dos animais, a auxiliar administrativa Waniceia Nunes da Silva, de 40 anos, conta que os gatos foram jogados por cima do muro da escola em que trabalha e caíram numa poça d'água.

Chovia muito e a mulher os recolheu antes que fossem arrastados pela enxurrada. "Pensei em levar para casa, mas tinha um problema: minha cachorra Lupita nunca gostou de gatos", contou. Mesmo assim, ela levou os filhotes imaginando que logo acharia outro lar para eles. Para sua surpresa, a cachorra logo se interessou pelos recém-nascidos. "Eu estava preparando a mamadeira dos gatinhos e, só para testar, coloquei um deles perto dela. De imediato, a Lupita o acolheu."

Ela conta que a cachorra, que tem três anos de idade, havia entrado no cio mas não foi cruzada com outro cão da raça. Mesmo assim, ela produziu leite. "Foi a maior surpresa quando vimos ela amamentando os gatinhos. Depois disso, o leite dela até aumentou." A mulher, que tem outros três cães da raça pinscher, temia a reação dos outros animais e de seus familiares. "Todo mundo ficou muito admirado, mas houve aceitação completa", disse.
DF-educação.
Supremo decide que ferir direitos humanos no Enem não zera redação
Ministra Cármen Lúcia manteve a decisão do Tribunal Regional Federal


  •                   Mariana Londres, de Brasília
Redação do Enem 2017 não poderá ser zerada

A
presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), ministra Cármen Lúcia, decidiu neste sábado (4) que as redações do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) que eventualmente ferirem os direitos humanos não poderão ser anuladas. Ou seja, não poderão receber nota zero.

A discussão foi parar na presidência do STF após pedidos da procuradora-geral da República, Raquel Dodge, e da advogada-geral da União, Grace Mendonça, a pedido do MEC (Ministério da Educação) para suspender uma decisão liminar do TRF1. Ambos os pedidos foram indeferidos.

O MEC (Ministério da Educação) acatou a decisão neste sábado (4).

Na semana passada, a Quinta Turma do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1), determinou, por maioria, a suspensão da regra, que está no edital do exame, que estabelece que quem desrespeitar os direitos humanos na prova de redação do Enem pode receber nota zero.

O pedido de suspensão é da Associação Escola Sem Partido, sob a alegação de que a regra é contrária à liberdade de expressão.

Argumentos da PGR

No pedido, a procuradora-geral da República alegava que a regra do edital do Enem sobre o respeito aos direitos humanos na prova de redação existe desde 2013, sem prejuízo aos candidatos.

Argumentava ainda que o Enem deste ano foi todo organizado sob a vigência de tal regra, cuja suspensão às vésperas da prova traz insegurança jurídica ao edital.

Raquel Dodge contra-argumentava a decisão do TRF dizendo que a liberdade de expressão não é direito absoluto, e deve ser contido frente a outros direitos fundamentais expressos na Constituição e em tratados internacionais dos quais o Brasil é signatário, entre eles os de direitos humanos.

A procuradora-geral da República dizia também que não seria adequado suspender a regra com base em uma liminar, decisão de natureza provisória, mas que se tornaria permanente uma vez realizado o exame, pois não seria mais possível revertê-la se assim for o entendimento final.

O Enem será realizado nos próximos dois domingos (5 e 12) em todo o País. As provas começam às 13h, horário de Brasília.

Decisão TRF

O desembargador Carlos Moreira Alves, do TRF-1 (Tribunal Regional Federal da 1ª Região), tomou a decisão em caráter de urgência a pedido da Associação Escola Sem Partido, tendo em vista a proximidade da realização das provas.

Ao analisar o caso, o magistrado afirmou que a regra ofende a liberdade de manifestação de pensamento e opinião, segundo ele também uma vertente dos direitos humanos. Na decisão, o magistrado diz que o conteúdo ideológico deveria ser um item a mais a ser corrigido, e não fundamento sumário para sua desqualificação.

Rômulo Nagib, advogado do Escola sem Partido, disse que a ação foi movida em novembro do ano passado, com o objetivo de suspender a regra para a edição de 2016 e as provas posteriores. Na ocasião, a ação foi negada. O movimento ingressou com um agravo de instrumento que foi acatado na última quarta-feira (25).

O que é ferir os direitos humanos?

De acordo com a Cartilha do Participante — Redação no Enem 2017, algumas ideias e ações serão sempre avaliadas como contrárias aos direitos humanos, como: defesa de tortura, mutilação, execução sumária e qualquer forma de "justiça com as próprias mãos", isto é, sem a intervenção de instituições sociais devidamente autorizadas.

Também ferem os direitos humanos, a incitação a qualquer tipo de violência motivada por questões de raça, etnia, gênero, credo, condição física, origem geográfica ou socioeconômica e a explicitação de qualquer forma de discurso de ódio voltado contra grupos sociais específicos. Segundo o Inep, apesar de a referência aos direitos humanos ocorrer apenas em uma das cinco competências avaliadas, a menção ou a apologia a tais ideias, em qualquer parte do texto, pode anular a prova.

Na edição de 2016, quando o tema da redação foi Caminhos para combater a intolerância religiosa no Brasil, foram anuladas as redações que incitaram ideias de violência ou de perseguição contra seguidores de qualquer religião, filosofia, doutrina, seita, inclusive o ateísmo ou quaisquer outras manifestações religiosas, além de ideias de cerceamento da liberdade de ter ou adotar religião ou crença e que tenham defendido a destruição de vidas, imagens, roupas e objetos ritualísticos.

De acordo com o Inep, a prova de redação do Enem sempre exigiu que o participante respeite os direitos humanos, mas, desde 2013 o edital do exame tornou obrigatório o respeito ao tema, sob pena de a redação receber nota zero.

A prova de redação, que será aplicada no dia 5 de novembro, exige a produção de um texto em prosa, do tipo dissertativo-argumentativo, sobre um tema de ordem social, científica, cultural ou política. O candidato deve apresentar uma proposta de solução para o problema proposto, a chamada intervenção, respeitando os direitos humanos. Também deve ser apresentada uma referência textual sobre o tema.



MADRI; Juíza emite ordem de prisão contra líder separatista catalão na Europa.

Internacional-Policia.

Carles Puigdemont se autoexilou com outros líderes em Bruxelas, na Bélgica

Carles Puigdemont está em Bruxelas, na Bélgica
Carles Puigdemont está em Bruxelas, na BélgicaREUTERS

A juíza espanhola Cármen Lamela, da Audiência Nacional, tribunal sediado em Madri, emitiu nesta sexta-feira (3) um mandado internacional de prisão contra o ex-presidente da Catalunha Carles Puigdemont e quatro membros do governo destituído que estão com ele em Bruxelas, na Bélgica.

Os cinco catalães não cumpriram uma ordem judicial para comparecer à corte na última quinta-feira (2) e são acusados de rebelião, sedição, prevaricação e desobediência devido à declaração unilateral de independência aprovada pelo Parlamento da comunidade autônoma no fim de outubro.

Além de Puigdemont, os mandados de prisão atingem Toni Comín, Clara Ponsatí, Lluís Puig e Meritxell Serret. A ordem de captura internacional foi enviada à Procuradoria Federal da Bélgica, onde se encontram os cinco políticos.

Antes disso, Lamela já havia determinado a prisão preventiva de oito dirigentes catalães que permaneceram na Espanha. A detenção de Puigdemont e de seus quatro ex-secretários ficará à cargo das autoridades belgas.

Em entrevista a uma emissora pública local, o ex-presidente da Catalunha chegou a dizer que está disposto a se entregar à Justiça da Bélgica, mas não à da Espanha. Além disso, no início da semana, negou que pretenda pedir asilo político a Bruxelas.

Puigdemont também quer se candidatar nas eleições regionais marcadas para 21 de dezembro, ainda que continue na Bélgica. "Posso fazer campanha de qualquer lugar, visto que vivemos em uma sociedade globalizada", disse ele ao canal "RTBF".


A ordem de prisão já chegou à Bélgica traduzida e será examinada neste sábado (4).

CARRETA com bloco de granito tomba na BR-101, no Sul do ES

ES-Transito
A Pista no km 389 teve interdição por mais de duas horas, mas foi totalmente liberada às 9h, segundo a Polícia Rodoviária Federal.



U
ma carreta que transportava um bloco de granito tombou no km 389 da BR-101, em Rio Novo do Sul, no início da manhã deste sábado (4). A pista teve interdição por mais de duas horas, mas foi totalmente liberada às 9h.
Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), outros veículos não foram atingidos pela carreta e ninguém ficou ferido.
Carreta tombou com bloco de granito (Foto: Reprodução /  TV Gazeta)
Carreta tombou com bloco de granito (Foto: Reprodução / TV Gazeta)

A PRF informou sobre a interdição da pista às 6h30. Por volta das 9h, o bloco de granito foi levado para o acostamento e a via foi totalmente liberada. O local está sinalizado e a polícia pede atenção aos motoristas.


EM CAMPINA GRANDE; Suspeito de chefiar grupo que arrombava lojas com carros em marcha ré é preso na Paraíba.

PB-Geral.
FON; G1 PB 

Jovem foi preso após arrombamento em Sapé. Grupo se reunia para planejar assaltos no cemitério do Monte Santo, em Campina Grande

U
m jovem de 18 anos, apontado como chefe do grupo suspeito de arrombar lojas usando carros em marcha ré em Campina Grande e outras quatro cidades, foi preso após mais um arrombamento, na madrugada desta sexta-feira (3), em Sapé, na Zona da Mata.

De acordo com a Polícia Militar, os suspeitos se reuniam em um cemitério para planejar as ações. Comente no final da matéria.

Segundo o capitão José Targino, comandante da 3ª Companhia do 7º Batalhão da PM, o grupo estava em dois carros no assalto desta sexta, sendo o suspeito preso em um veículo roubado em Campina Grande e outros dois suspeitos em outro veículo.

“Após arrombarem a loja em Sapé, a polícia montou um cerco e na fuga eles se dividiram, mas o Chevrolet Prisma, que era onde estavam as mercadorias furtadas e o chefe do grupo, foi alcançada e o suspeito preso”, completou o capitão.

O comandante explica que a dupla que conseguiu fugir já foi identificada e que a PM vai fazer buscas para tentar a prisão.

Segundo a polícia, o trio é de Campina Grande e se reunia no cemitério do Monte Santo para se reunir e planejar os assaltos. “O [suspeito] preso revelou que eles usavam o cemitério do bairro onde moravam como uma espécie de escritório do crime, onde planejavam o roubo dos carros e com esses veículos praticarem os arrombamento nas lojas”, explicou José Targino.

Ainda de acordo com a Polícia Militar, o grupo teria atuado em arrombamentos usando carros em marcha ré para arrombar as lojas em Campina Grande, Sapé, Itabaiana, Alagoa Grande e Esperança. O material apreendido e o preso foram levados para a delegacia de Sapé. A polícia vai investigar o destino dos produtos furtados nas ações.

Soluções de segurança
Por causa dos arrombamentos, os comerciantes da cidade começaram a instalar barras de ferro fixas nas calçadas que estão atrapalhando a passagem dos pedestres. Uma reunião foi realizada no dia 19 de outubro para tentar conseguir alguma solução e um novo método vai ser testado pela prefeitura municipal, pela Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL) e empresários.

As barras fixas que foram instaladas são irregulares e devem ser trocadas por barreiras móveis, de forma que possam ser levantadas durante à noite e deitadas na calçada pela manhã. Uma loja de roupas na Rua Maciel Pinheiro vai testar o sistema e caso aprovado, os comerciantes vão ter um prazo para retirar as barras fixas e substituir pelas móveis, sob pena de multa.



PARAIBA; Justiça decide que empresa de ônibus não é obrigada a ressarcir passageiros assaltados.

PB-Geral.
 Imagem relacionada
Os juízes Alberto Quaresma e Érica Tatiana Amaral seguiram o voto do relator do caso, juiz Ruy Jander, e mantiveram a decisão da primeira instância que exclui a responsabilidade da empresa no caso

A
 turma recursal do Juizado Especial Cível do Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB) decidiu, nessa terça-feira (31), que uma empresa concessionária do serviço de transporte público não precisa pagar indenização de danos morais e materiais a uma passageira que teve os pertences roubados durante um assalto em maio de 2015.

Os juízes Alberto Quaresma e Érica Tatiana Amaral seguiram o voto do relator do caso, juiz Ruy Jander, e mantiveram a decisão da primeira instância que exclui a responsabilidade da empresa no caso.

Na decisão proferida em Primeiro Grau, o entendimento foi de que “não poderá ser exigido das empresas de transporte público a manutenção de guarda permanente nos veículos com a finalidade de se evitar a ocorrência dos assaltos e que o assalto é um fato estranho e pode ser caracterizado como força maior e fato de terceiro”.

Na decisão em segundo grau, a turma de juízes decidiu que “fato inteiramente estranho ao transporte em si (assalto à mão armada no interior de ônibus coletivo) constitui caso fortuito, excludente de responsabilidade da empresa transportadora”, diz um trecho da decisão.

De acordo com o advogado do caso, Plinio Nunes de Souza, um novo recurso será interposto junto ao Supremo Tribunal Federal, em Brasília.

“O Tribunal de Justiça da Paraíba infelizmente está decidindo contra a consumidora. Vamos prosseguir com a ação, pois entendemos que o entendimento do juizado é limitado. Aqui na Paraíba infelizmente poucas pessoas entram com essa ação e, de forma geral, as cortes entendem que, como estamos em época de calamidade em relação à segurança, as empresas estão livres da responsabilidade. É uma luta que o consumidor tem que travar a médio e longo prazo”, opinou o advogado.

O presidente do sindicato dos motoristas de ônibus de Campina Grande, Antonino Macedo, disse que foi vencido pelo cansaço de não ver as ações diminuírem e deixou de contabilizar o número de assaltos. “Fiquei muito chateado por estarmos (o sindicato) pagando uma pessoa para contabilizar essas ações e encontrarmos sempre resistência. O Sindicato das Empresas parou de nos dar acesso às imagens e não contabilizamos mais. E nem eles mesmos. Só há queixa quando se trata de um assalto grande”, disse.

A secretaria de Segurança do Estado não informou o número de ações desse tipo.


Portal Correio com Renata Fabrício, do Jornal Correio da Paraíba

PARNAMIM; jovem é executado a tiros dentro de casa no RN

RN-Policia.
Um jovem de 19 anos foi executado a tiros nesta sexta-feira (3), em Parnamirim, Grande Natal. Pedro Daniel Leandro Figueiredo ainda foi socorrido ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.
Resultado de imagem para foto armas
Foto Ilustrativa. 

De acordo com a Polícia Militar, um homem invadiu a casa em que estava Pedro Daniel, na Rua Mar da Galileia, e atirou várias vezes contra ele. A PM foi acionada e ainda realizou buscas na região para tentar encontrar o assassino, contudo ninguém foi preso.

BRASIL; Novembro azul lembra importância do diagnóstico precoce do câncer de próstata.

BR-saúde

O
 câncer de próstata é o foco de mais uma edição da campanha Novembro Azul, organizada pela Sociedade Brasileira de Urologia.
O câncer de próstata, tipo mais comum entre os homens, é a causa de morte de 28,6% da população masculina que desenvolve neoplasias malignas. Somente entre 2016 e 2017, 61,2 mil novos casos foram estimados pelo Instituto Nacional do Câncer (Inca).
Crédito da foto: Valter Campanato/Agência Brasil.

Com o intuito de estimular a população masculina a superar a vergonha em relação ao assunto e cuidar da saúde, a campanha realiza diversas ações ao longo do mês. Em São Paulo, a programação, que começa na segunda-feira (5) e vai até dia 23, inclui mutirões para esclarecer dúvidas, uma caminhada e palestras. Em Brasília, será realizado na Câmara dos Deputados o X Fórum de Saúde do Homem, no dia 21. Por ocasião da campanha, como em anos anteriores, o Congresso Nacional e o Cristo Redentor serão iluminados de azul.

Os aspectos culturais, como o machismo, têm impacto no diagnóstico e controle da doença, muitas vezes associada com a perda da virilidade. Como consequência, há o isolamento e a baixa autoestima do paciente que, não raro, tem dificuldade para buscar ajuda e médica e durante o tratamento precisa se afastar das atividades laborais.

“A gente não consegue conversar porque as pessoas mudam de assunto rapidinho. De cara, a pessoa quer saber da vida sexual, não quer saber se você passa mal, se desmaia. Você fica meio invisível. Meu irmão mesmo disse: ‘Você é um câncer mais ou menos’, porque imagina-se que você tem que fazer aquela cara de dor, ou então, não considera que você tem câncer”, desabafa o assistente administrativo Liomardes Lino, que já passou por uma cirurgia para tratar a doença teve uma recidiva no ano passado, que o levou à radioterapia.

De acordo com dados do Inca, a cada dez homens diagnosticados com câncer de próstata, nove têm mais de 55 anos. Considerado novo para desenvolver a doença, Lino foi diagnosticado com o câncer de próstata aos 48 anos, em 2014. Foi por insistência de sua esposa que fez o exame chamado Antígeno Prostático Específico (PSD), que acusava um alto grau de anormalidade dos níveis esperados da proteína produzida pela próstata.

Exames de toque

Para o urologista Mário Fernandes Chammas Jr, a cultura machista da América Latina é um fator que atrapalha a detecção e, portanto, o tratamento da doença. Ele assegura que o exame de toque retal é simples e rápido, com duração de 5 a 10 segundos, e defende as consultas regulares ao médico. “Muitas vezes, o paciente acaba falando: ‘Era só isso?’. E perde o medo inicial.”

Além do tabu em relação ao exame, outro aspecto relevante é o fato de que a maioria de casos é assintomática. “É diferente de outros tipos de câncer, em que aparece algo no seu corpo, algo que provoca medo e te faz ir ao médico. Em larga maioria, só há sintoma quando já está muito avançado. Cabe ao médico procurar antes que chegue a esse ponto”, afirma.

Rede de apoio

Liomardes Lino participa atualmente de um grupo de homens que passaram ou passam pelo tratamento e trocam experiências por meio do aplicativo Whatsapp. Desse encontro, surgiu também a página Eu tive câncer de próstata, no Facebook, criada pelo representante de medicamentos Fernando César de Toledo Maia. Também diagnosticado com câncer de próstata, ele conta que se sentia isolado e lamentava não encontrar um canal de troca de experiências. “Senti necessidade de fazer porque não tive onde me apoiar, eu não conhecia histórias. A única história que ouvia era: ‘você vai ficar impotente, incontinente’”, conta Maia.

Na opinião dele, o governo deveria realizar campanhas de impacto, como as que conseguiram reduzir o número de fumantes no país, para chamar atenção para a importância e a gravidade do tema. “A campanha deve comunicar a possibilidade de metástase [quando o câncer se espalha por outros órgãos]”, opina.

Ele relata que, mesmo no grupo, a preocupação principal dos integrantes é quanto aos possíveis efeitos colaterais do tratamento e que nenhum deles faz acompanhamento psicológico, embora muitos estejam enfrentando problemas com a família e depressão. “Eles não acreditam que a psicoterapia traria um retorno a esses problemas [sexuais]. Conheço um médico que havia casado com uma pessoa mais nova e que não quis se tratar porque achou que ia perder a virilidade”, diz.

Mário Fernandes Chammas Jr. esclarece que não é o câncer que leva a uma possível impotência sexual, mas sim o tratamento. “Nos tratamentos mais comuns no Brasil, a radioterapia e a cirurgia, quando você ataca a próstata, machuca os tecidos em volta dela, incluindo o nervo responsável pela ereção.”

Ele acrescenta que boa parte dos pacientes recupera a função, havendo a opção de aplicar medicamentos diretamente no pênis e, em último caso, utilizar uma prótese peniana. Em todos os casos, o urologista é o profissional médico qualificado para prescrever o método mais indicado.

Sintomas e prevenção

O médico explica também que o tipo mais comum de câncer de próstata é o adenocarcinoma. Na fase inicial da doença, são comumente identificados sangue na urina, dificuldade em urinar, diminuição do jato de urina e aumento da frequência ao banheiro.

Para investigar o câncer de próstata são feitos dois exames: o de toque retal, que avalia o tamanho, a forma e a textura da próstata, e o Antígeno Prostático Específico (PSD). Para confirmar uma suspeita sinalizada pelos dois testes, é feita uma biópsia, que consiste em analisar pequenos pedaços da glândula. A função da próstata é a produção de um líquido que compõe parte do sêmen, que nutre e protege os espermatozóides.

Homens cujo pai ou irmão tiveram câncer de próstata antes dos 60 anos têm maior chance de também desenvolvê-lo. Outros fatores de risco são sobrepeso e tabagismo. Praticar atividades físicas e manter uma alimentação saudável são formas de prevenir a doença.

Quando se manifesta da forma menos agressiva dos três níveis existentes, o paciente deve frequentar o médico a cada três meses e seguir uma rotina de exames laboratoriais, protocolo estabelecido por especialistas há cerca de dez anos.

Direitos do paciente com câncer

Os pacientes com câncer têm direito a receber auxílio-doença – se for afastado do trabalho por mais de 15 dias – e o saque do Programa de Integração Social e do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (PIS/Pasep). Quem é atendido pelo Sistema Único de Saúde (SUS) pode solicitar ainda o benefício chamado Tratamento Fora de Domicílio (TFD), valor que cobre despesas como transporte aéreo, terrestre e fluvial, diárias para alimentação e pernoite. No caso do TFD, a liberação depende da disponibilidade orçamentária do município ou estado. Alguns estados, como o Rio de Janeiro, asseguram ainda a gratuidade de ônibus intermunicipais, trem, metrô e barca. A lista dos completa dos direitos do paciente está disponível no site do Inca.


BRASILIA; Rafael Motta solicita informações a Petrobras sobre devolução da Refinaria Clara Camarão


DF-Politica.

A
Imagem relacionadanotícia da devolução da Refinaria Potiguar Clara Camarão (RPCC), em Guamaré, à Diretoria de Exploração & Produção da Petrobras e a possibilidade de redução na produção bem como de empregos fez com que o deputado Federal Rafael Motta (PSB) solicitasse informações a Petrobras a respeito da situação da Refinaria no Rio Grande do Norte.

O Requerimento de Informação (RIC) 3273/2017 foi protocolado na quarta-feira (1º) na Secretaria-Geral da Mesa (SGM) da Câmara dos Deputados e visa obter da Petrobras esclarecimentos a respeito desta devolução da Refinaria e quais os planos da empresa para o Rio Grande do Norte.

Além disso, esta decisão da Petrobras acarreta na mudança de classificação da RPCC para “Ativo Industrial de Guamaré“ e um dos principais impactos é a sua exclusão do Plano Estratégico e das discussões da Diretoria de Refino e Gás Natural.

Para Rafael Motta, é importante que a Petrobras apresente as informações que baseiam essa decisão da empresa uma vez que isso atinge diretamente a economia do Rio Grande do Norte. “É preciso haver amplo debate com as classes política e empresarial a respeito. Trata-se de um grande investimento que o nosso Estado não pode correr o risco de perder”, disse.


A medida trará incertezas quanto à futura capacidade de fornecimento para o mercado local, anulando a conquista concreta de uma operação lucrativa e com potencial de ocupar nichos do mercado regional altamente promissores, para os quais certamente não faltariam atrativos ao financiamento próprio ou externo à companhia.

CURRAS NOVOS; Gabinete do vereador Edmilson Souza Prestando contas a população (30/10/2017)

RN-Politica.

O Vereador Edmilson Sousa (DEM), nas Sessões Ordinárias do mês de outubro do corrente ano, apresentou inúmeras proposições. Ao Governo do Estado, em consequência da grave crise hídrica que afeta o município de Currais Novos, solicitou a perfuração e instalação de poços tubulares para as Comunidades Várzea dos Bois, Malhada da Areia, Trângola I e Faixa Seca do Açude Totoró na zona rural.
Por lado, como a problemática também atingi a zona urbana, o parlamentar apresentou requerimentos ao Prefeito Municipal e a Secretaria competente, no sentido de providenciar a colocação de Chafarizes (caixas d’água) nas Ruas Santa Rita, Vovó Nena, Benedito Gonçalves, Luiz de França, Jorge Vieira, João Alfredo, da Safira e do Lítio, além das Ruas Soldado Luiz Gonzaga, Sargento Geraldo Lopes de Araújo, Braga Brandão, Maria Olindina de Araújo, Sátiro Pinheiro e Parque das Pedras.
Os pleitos apresentados em regime de urgência, após os procedimentos regimentais, receberam aprovação unanime dos membros do Poder Legislativo Curraisnovense.

O vereador Edmilson Sousa, no cumprimento do seu primeiro mandato legislativo, até o final deste ano terá apresentado mais de 200 matérias, entre elas projetos, decretos, requerimentos, indicações e moções. 

sexta-feira, 3 de novembro de 2017

Arte? Que país é esse? Criança nua pode e policial fardada não?.*



O Brasil é um país deteriorado, tanto quanto a aldeia em que degradados portugueses dominaram matando e escravizando índios.
H
erdamos anomalias. Mostrar genitália para criança é arte para muitos que, certamente, não tem filhos para educar. Ou que arrotam verborragia tosca por não ter sido um filho seu a vítima do constrangimento.
Agora, uma policial militar, que arrisca a vida defendendo cidadãos, foi barrada na Paraíba ao tentar fazer prova em universidade com sua farda de trabalho. Veja nota de repúdio ao absurdo:
O Clube dos Oficiais da Polícia Militar e Bombeiro Militar da Paraíba – COPM-BM – vem a público manifestar a sua indignação, tendo e vista o fato ocorrido no dia 31 de outubro do corrente, quando a soldado Jéssica, aluna do curso de direito da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), em Guarabira, foi proibida por uma professora de realizar sua prova, simplesmente por estar fardada, causando constrangimento e humilhação a policial e certamente perplexidade a toda comunidade acadêmica e ao povo paraibano em geral, que certamente não concordam com atitude antidemocrática e preconceituosa com esta, principalmente por pessoas e entidades que têm a obrigação de zelar pelas leis e os bons costumes.
A diretoria do Clube dos Oficiais, órgão de representação da oficialidade das nossas instituições polícia e bombeiros militares da Paraíba, estará adotando todas as medidas legais e cabíveis através da assessoria jurídica contra a professora, que de forma preconceituosa feriu não só a policial Jessica, mas a todos os integrantes da instituição polícia militar da Paraíba.
Por fim, repudiamos qualquer ato preconceituoso e antidemocrático que atente contra a dignidade dos nossos policias militares e, estará encaminhando documento circunstanciado a Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) em Guarabira, para que as providencias sejam adotadas com a devida urgência e de forma exemplar contra a professora que, certamente denigre o meio acadêmico paraibano.
_CLUBE DOS OFICIAIS DA POLÍCIA E BOMBEIRO MILITAR DA PARAÍBA._

*Do blogue de Rubens Lemos*