segunda-feira, 25 de fevereiro de 2019

UM MÊS DE BRUMADINHO: MORADORES NÃO SABEM COMO RECOMEÇAR A VIDA

MG-CIDADES.
Tragédia que devastou a cidade, no dia 25 de janeiro, já deixou 177 mortos e 133 desaparecidos; prefeitura diz que teme consequências econômicas
MINAS GERAIS
Pablo Nascimento, do R7
População relata drama do primeiro mês da tragédia que já matou 177 pessoas

Um mês após o rompimento da barragem da Vale, em Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, os moradores da cidade ainda não sabem como se reerguer. A incerteza assombra desde as famílias das vítimas a representantes do poder público que têm a responsabilidade de tentar colocar a cidade de volta ao eixo.
A empregada doméstica Iolanda de Oliveira da Silva só teve coragem de lavar os uniformes do filho desaparecido na tragédia, neste sábado (23). Robert Ruan Oliveira Teodoro, de 19 Anos, trabalhava há sete meses como ajudante geral em uma empresa que prestava serviço para Vale, na mina Córrego do Feijão.
O jovem estava em campo no final da manhã do dia 25 de janeiro, quando a estrutura ruiu e engoliu funcionários da mineradora, moradores da região e casas que haviam no caminho. Teodoro e outras 132 ainda não foram encontradas. O número de mortes confirmadas chegou a 177.
Iolanda desabafa que, desde o dia da tragédia, sua vida não foi mais a mesma. As consultas médicas se tornaram frequentes. Além disso, a família, que mora de aluguel, precisou mudar de casa por causa da dor da lembrança de Teodoro.
— Agora, eu preciso tomar sete compridos de calmante por dia. Nem sei se quero ter forças para reerguer a minha vida.
Teodoro foi o terceiro filho que a doméstica perdeu. Em 2015, um de seus “meninos” morreu com leucemia aos 16 anos. Em outubro passado, o gêmeo de Teodoro foi morto a tiros em Brumadinho. Iolanda conta que a sucessão

Nenhum comentário:

Postar um comentário

É livre o direito de pensamentos, todos nós temos o direito de expressar nossas ideias e pensamentos deste que respeitando o direito e a moral dos demais.

Lembrando que a responsabilidade dos Comentários e de quem posta.

Chagas Silva

Postagem em destaque

IDENTIFICADA A VÍTIMA FATAL DO ACIDENTE NA BR 226 EM CURRAIS NOVOS

RN-TRANSITO. O Jovem Fábio Henrique Silva, 29 anos que residia em Natal foi identificado como sendo a vítima do acidente fatal ocorrido na...