99.5FM Currais Novos - RN

terça-feira, 26 de março de 2019

MPF QUER PRISÃO DOMICILIAR COM TORNOZELEIRA PARA TEMER


RN-POLICIA.
MPF quer prisão domiciliar com tornozeleira para Temer
Desembargador federal Ivan Athié, do TRF2, concedeu o habeas corpus nesta segunda-feira (25); decisã
Temer deixa a sede da PF no Rio e embarcou em um avião para SP
por Agência Estado
O Ministério Público Federal (MPF) informou que vai recorrer da decisão que soltou o ex-presidente Michel Temer (MDB), o ex-ministro Moreira Franco e João Baptista Lima Filho, o coronel Lima, na tarde desta segunda-feira, 25.
Segundo a procuradora Mônica de Ré, que integra a força-tarefa da Lava Jato da Procuradoria Regional da 2ª Região, o grupo vai pedir a manutenção da prisão preventiva dos acusados ou a prisão domiciliar, com a colocação de tornozeleira eletrônica.
A procuradoria tem até cinco dias para entrar com o recurso no Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2). No agravo, segundo a procuradora, o MPF vai reiterar os motivos que já constavam no pedido de prisão preventiva feito ao juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal, e fundamentar a questão da contemporaneidade dos atos praticados pela suposta organização criminosa.
A procuradora afirmou que existem fatos mais recentes que podem justificar a manutenção da prisão, como a tentativa de depósito em espécie de R$ 20 milhões, em outubro do ano passado, na conta da Argeplan, do coronel Lima, que seria operador de Temer, identificado pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf).
"A lavagem é um crime permanente. Ele continua porque não sabemos até hoje onde está a maior parte desse dinheiro de propina. Os acusados continuaram operando por meio da Argeplan. Essa organização criminosa atua há muito tempo. Temer só não foi preso antes porque era presidente", afirmou a procuradora.
 



Nenhum comentário: