99.5FM Currais Novos/RN

sexta-feira, 12 de abril de 2019

DUAS PESSOAS MORREM EM DESABAMENTO DE PRÉDIOS NA MUZEMA, COMUNIDADE NA ZONA OESTE DO RIO

Por G1 Rio e TV Globo

RJ-CIDADES-Dois prédios desabaram na Muzema, comunidade na Zona Oeste do Rio, na manhã desta sexta-feira (12). De acordo com os bombeiros, ao menos duas pessoas morreram e outras oito ficaram feridas e foram resgatadas com vida (veja lista mais abaixo). Bombeiros vasculham os escombros para tentar localizar outras vítimas. Parentes e moradores dizem que há pessoas desaparecidas.- demolidas.
Equipes de resgate trabalham na área onde prédios desabaram no Rio — Foto: Jose Lucena/Futura Press/Estadão Conteúdo
Equipes de resgate trabalham na área onde prédios desabaram no Rio
Foto: Jose Lucena/Futura Press/Estadão Conteúdo
O prefeito Marcelo Crivella, que foi para o local do acidente, disse que as obras no local continuaram mesmo após a interdição. "A Prefeitura do Rio já havia comunicado ao Ministério Público e tentado interditar, mas, infelizmente, uma liminar judicial impediu a demolição desses prédios, e as obras continuaram."

Desabamento atinge dois prédios na comunidade da Muzema, na Zona Oeste do Rio — Foto: Reprodução/ TV Globo
Desabamento atinge dois prédios na comunidade da Muzema, na Zona Oeste do Rio
 Foto: Reprodução/ TV Globo

"Estamos aqui com a nossa equipe trabalhando para tentar resgatar as pessoas dos escombros. Fica para todos nós uma lição: quando a Prefeitura alertar sobre esses riscos, vamos dar ouvidos para que isso não aconteça nunca mais", afirmou Crivella.

O desabamento aconteceu por volta das 7h desta sexta. Não chovia no momento. A área de isolamento foi ampliada pelos bombeiros, que consideram que outros prédios da região podem ir abaixo. Há um forte cheiro de gás.

Segundo o repórter Genilson Araújo, há cerca de 60 prédios em construção na região, que é dominada por milícias. Reportagem do RJ2 mostrou que os criminosos atuam na construção e venda de imóveis irregulares.

Os moradores dos prédios que desabaram disseram que eles foram inaugurados há seis meses.

Feridos
Os feridos foram levados para os hospitais municipais Lourenço Couto e Miguel Couto e para o hospital particular Unimed-Rio. Entre os resgatados dos escombros, está uma família que se mudou há uma semana para o local: um casal e uma filha de 10 anos.

Veja a lista de feridos (nome e idade estão sendo atualizados):

Adilma Rodrigues, 35 anos, teve ferimento na barriga, passou por cirurgia e está em estado grave.

Cláudio Rodrigues, 40 anos, está internado em hospital particular; segundo a família, teve 4 paradas cardíacas e traumatismo craniano.

Clara Rodrigues, 10 anos, teve fratura na perna e machucado na cabeça; está em hospital particular.

Raimundo Nonato Ferreira Gomes, de 41 anos, teve escoriações na cabeça e queixo.

Rede UnilarLuciano Paulo dos Santos, de 38 anos, teve escoriações múltiplas.
Evaldo Vieira Silva, 46 anos, está internado, mas o estado de saúde não foi informado.

Carolina Ferreira Andrade, de 34 anos, foi levada para o Miguel Couto.

Ferido identificado como Arlan, marido de Carolina, está internado no Hospital Municipal Miguel Couto

Um morador que foi retirado dos escombros chorou muito ao encontrar a neta. Por volta das 9h, a mulher dele ainda estava nos escombros.

Os bombeiros pediam que todos ao redor fizessem silêncio, para que pudessem ouvir possíveis pedidos de socorro.

O governador Wilson Witzel lamentou o incidente em uma rede social.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

É livre o direito de pensamentos, todos nós temos o direito de expressar nossas ideias e pensamentos deste que respeitando o direito e a moral dos demais.

Lembrando que a responsabilidade dos Comentários e de quem posta.

Chagas Silva