99.5FM Currais Novos - RN

sábado, 8 de junho de 2019

TRIO DE MENOR É APREENDIDO SUSPEITO DE ROUBO E DA FAZER ARRASTÕES EM CG E REGIÃO


O trio começou a agir durante a tarde desta sexta-feira (07/06) na Rua Manoel de Barros Filho, no Catolé, de onde roubaram o veículo Fiat

PB-POLICIAS. - Policiais da Força Tática do 10º Batalhão apreenderam em flagrante três menores de 18 anos suspeitos de roubar um carro e realizar arrastões no Catolé, em Campina Grande, como também na saída da cidade para o município de Massaranduba.
Trio de menores apreendidos em Campina Grande
O helicóptero Acauã auxiliou na localização do automóvel. O trio começou a agir durante a tarde desta sexta-feira (07/06) na Rua Manoel de Barros Filho, no Catolé, de onde roubaram o veículo Fiat.
Ainda no Bairro, assaltaram quatro estudantes adolescentes na Rua Eutécia Vital Ribeiro e depois fugiram. Ao todo os infratores, moradores da zona leste, atacaram pelos menos sete pessoas entre adultos e adolescentes. Um dos adolescentes, por exemplo, teve a arma apontada para a cabeça. Já um mototaxista ficou só de calça. Ele foi atacado na saída de Massaranduba, empurrado da moto e sofreu escoriações.
Foram roubados cordões de prata, dinheiro, celulares, capacetes, colete de mototaxista, documentos, fardamento de um trabalhador, entre outros. Em dinheiro eles tomaram cerca de “1.500 reais”. No final da tarde a equipe de policiais do Acauã localizou o Fiat depenado dentro de matagal no Bairro Jardim Tavares. Já a Força Tática, durante as diligências, localizou os bandidos na Rua José Gomes de Farias, no Conjunto Castelo Branco/Santo Antônio.
Durante a abordagem, um dos ladrões disse que morava em Cabedelo e estava “de passagem por Campina”. Os PMs foram até o local onde ele contou que ficava e lá encontraram uma chave de rodas e três armas artesanais de grosso calibre. Os policiais procuraram saber onde estavam os pneus, outros objetos e os bandidos apontaram. A bateria do carro não foi encontrada.
Os bandidos apreendidos são os mesmos que vinham realizando assaltos contra motoristas de transporte alternativo na estrada entre Campina e Massaranduba.
Eles ficavam em pontos estratégicos no matagal, com armas artesanais de grosso calibre, e no momento oportuno “saíam do mato para atacar as vítimas”. Não havia horário específico para os roubos.
Fonte: Renato Diniz

Nenhum comentário: