99.5FM Currais Novos - RN

segunda-feira, 19 de agosto de 2019

SEQUESTRADOR DE OLIVETTO SERÁ EXTRADITADO PARA O CHILE

    Do R7-Planalto Mariana Londres, de Brasília
INTERNACIONAL. – POLICIAL. Maurício Hernández Norambuena, condenado a 30 anos de prisão no Brasil pelo sequestro do publicitário Washington Olivetto em 2001, será extraditado para o Chile nas próximas semanas.
Maurício Norambuena, sequestrador de Olivetto, será extraditado ao Chile
A extradição foi confirmada nesta segunda-feira (19) pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública.
Antes de vir ao Brasil, Norambuena tinha outras duas condenações à prisão perpétua no Chile: uma pelo assassinato do senador Jaime Guzmán, aliado do ditador Augusto Pinochet, e outra pelo sequestro de Cristián Edwards, herdeiro do jornal El Mercurio, ambos em 1991. Veio para o Brasil após fuga "cinematográfica" de presídio de segurança máxima no Chile, em um helicóptero.
Desde que foi preso no Brasil, em 2002, o Chile pedia a extradição, mas não concordava em manter no Chile a pena brasileira, limitada a 30 anos. De acordo com o Ministério da Justiça, houve agora um comprometimento formal do governo do Chile com a não execução de penas não previstas na Constituição Brasileira. Dentre elas prisão perpétua e pena de morte.
No Brasil, Norambuena bateu recorde tempo em solitária: 16 anos.
No Chile, Norambuena usava o codinome capitão Ramiro na Frente Patriótica Manuel Rodríguez (FPMR), braço armado do Partido Comunista.
Da prisão, assinou o livro Um Passo à Frente: Fala o Comandante Ramiro da FPMR, escrito por ghost writer e lançado no Chile em 2016. O texto aprovado por ele está sendo traduzido para o português. Nele, diz: "Sou duplamente castigado: por minha condenação e pelo regime a que estou submetido (...) O mais complexo é manter a lucidez".

Nenhum comentário: