sexta-feira, 20 de setembro de 2019

VALE É CONDENADA A PAGAR R$ 11,8 MILHÕES A FAMILIARES DE VÍTIMAS DE BRUMADINHO


JUSTIÇA
A
 Vale foi condenada pela Justiça de Minas Gerais a indenizar em um total de R$ 11,875 milhões aos familiares de dois irmãos e uma mulher grávida mortos no rompimento da barragem da mina Córrego do Feijão, em Brumadinho (MG), em 25 de janeiro.
Brumadinho (Foto: Adriano Machado/Reuters/Direitos reservados via Agência Brasil ) 
É a primeira condenação da mineradora em uma ação individual movida em consequência da tragédia que matou 249 pessoas e deixou outras 21 desaparecidas.

A ação foi ajuizada por quatro pessoas. Helena Quirino Taliberti perdeu os filhos Luiz Taliberti Ribeiro da Silva e Camila Taliberti Ribeiro da Silva, além do neto, que estava na barriga da nora Fernanda Damian de Almeida, também vítima da tragédia. Além de Helena, processaram a Vale os pais e a irmã de Fernanda, Joel, Teresinha e Daniele de Almeida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

É livre o direito de pensamentos, todos nós temos o direito de expressar nossas ideias e pensamentos deste que respeitando o direito e a moral dos demais.

Lembrando que a responsabilidade dos Comentários e de quem posta.

Chagas Silva

Postagem em destaque

NA NOITE DESSA QUARTA-FEIRA, DIA 8, CURRAIS NOVOS REGISTRA O SEU PRIMEIRO HOMICÍDIO DO ANO DE 2020

RN-POLICIAL. Por Chagas Silva DRT, 1845/rn Foto. Cedida Na noite desta quarta-feira  dia 8,    por volta das 20 horas, um homicí...