sexta-feira, 27 de setembro de 2019

SERVIDOR DO STJ É CONDENADO POR USAR FOTOS DE APLICATIVO PARA HUMILHAR MULHERES

JUSTIÇA
A
 Justiça do Distrito Federal condenou um servidor do Superior Tribunal de Justiça (STJ) a pagar uma indenização de R$ 30 mil – por danos morais coletivos – após a acusação de "violação de privacidade, honra e intimidade de diversas mulheres".
Superior Tribunal de Justiça, em Brasília — Foto: Sergio Amaral/STJ
Leonardo Leite Martins é acusado de usar fotos e dados de usuárias de aplicativos de relacionamento para humilhar as vítimas na internet. A sentença foi divulgada nesta quarta-feira (25). Cabe recurso à decisão.

Segundo o processo, o servidor acessava perfis de mulheres em um aplicativo de encontros e copiava as imagens e informações pessoais.

Com as fotos e dados, o homem escrevia textos de conteúdo ofensivo e publicava tudo em um blog (veja abaixo). De acordo com a denúncia, ele usou a conexão de internet do Judiciário postar as ofensas contra as vítimas.

O valor da indenização foi estipulado em R$ 30 mil. A quantia deve ser paga ao Fundo de Defesa de Direitos Difusos (FDD). A reportagem tenta contato com o STJ e com a defesa do réu

Resultado de imagem para IMAGENS CENTRO DA CONSTRUÇÃO ACARI RN

Nenhum comentário:

Postar um comentário

É livre o direito de pensamentos, todos nós temos o direito de expressar nossas ideias e pensamentos deste que respeitando o direito e a moral dos demais.

Lembrando que a responsabilidade dos Comentários e de quem posta.

Chagas Silva

Postagem em destaque

FESTA DE SUPOSTOS MEMBROS DE FACÇÃO CRIMINOSA TERMINA COM 31 PESSOAS EM DELEGACIA DE NATAL

RN-POLICIAL. Policiais Civis da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (Deicor), com apoio do Batalhão de...